Pular para o conteúdo

Sobrado Centro Cultural avança mais uma fase no projeto de restauração

Ainda nas primeiras horas da manhã da sexta-feira, 09 de junho, o movimento no entorno da esquina entre as ruas Floriano Peixoto e Ernesto Becker já chamava a atenção de quem por ali transitava. 

O relógio marcava 09h30min quando iniciou o içamento da estrutura metálica que irá suportar toda a cobertura do Sobrado Centro Cultural. Pesando 5 toneladas, a fixação da peça faz parte da primeira fase das três previstas para a conclusão do projeto de construção e restauração do edifício centenário em estilo Eclético e do galpão Art Déco datado de 1940.

A complexidade do içamento deixou até os mais experientes apreensivos. É o caso de Lauro Cremonese, proprietário da LC Pré-moldados, empresa responsável por içar a estrutura.

“A gente sempre fica com o coração na mão. É algo perigoso e de alto risco, tem que ser pessoas bem treinadas para isso, e a gente treina. Mais uma vez deu certo, apesar do vento forte”, conta Lauro, se referindo ao vento Norte que deu as caras nesse dia.

Hálisson Luis da Cruz Moreira, engenheiro civil que está executando a obra, explicou sobre a importância dessa fase para o projeto Sobrado Centro Cultural como um todo:

“Essa estrutura metálica vai servir para apoio da estrutura da madeira que vai suportar o telhado e depois suportar o mezanino. Essa é a finalidade da estrutura metálica. Após o içamento da peça maior, já montada, foi realizada a fixação das transversais, que complementam a sustentação”, explica.

Segundo o engenheiro, é uma felicidade o avanço da fase estrutural do projeto,  além de considerar um marco importante para o êxito da restauração.

“É um trabalho de muita responsabilidade, a gente tem que manter as características da casa e tem que fazer todo o trabalho de estrutura dar certo, para assim darmos seguimento às demais etapas da obra e concluir com êxito todo o projeto”, afirma Hálisson.

A felicidade do dia também foi compartilhada pelos integrantes da TV OVO, que acompanharam com apreensão o momento em que a estrutura foi fixada. Alexsandro Pedrollo, atual coordenador geral do coletivo audiovisual, avaliou o desafio que foi o içamento em uma manhã que contou com o tradicional vento norte santa-mariense:

“Tinha todo nervosismo. É uma estrutura muito pesada que tinha que ser levantada acima da parede do casarão. Também tinha todo o risco do vento e de um possível impacto com as paredes do casarão. Por ser uma estrutura pesada, qualquer impacto já poderia abalar a estrutura. Mas o pessoal que içou é muito experiente, então foi mais tranquilo do que a gente esperava”, comenta aliviado.

Marcos Borba, um dos integrantes mais antigos da TV OVO, comemora mais esse avanço na realização do Sobrado Centro Cultural, que começou a ser sonhado ainda em 2012:

“Hoje foi especial, estamos há tantos anos sonhando com o projeto, quando as coisas começam a dar certo a gente fica muito feliz. É uma estrutura grande para suportar o telhado, e para poder aliviar o peso das paredes desse casarão, que é centenário. A gente tá feliz, já temos o recurso para concluir o telhado, então esse ano com certeza a gente vai estar com o casarão fechado”, comemora.

Visando os próximos passos para o desenvolvimento do projeto, Marcos explica que é preciso avançar também na captação dos recursos.

“A gente precisa captar cerca de R$100 mil pela Lei de Incentivo à Cultura do Estado via ICMS, que é mais ou menos o orçamento das esquadrias. A gente ainda tem R$360 mil no total para captar. Estamos concentrados, pois, depois que fechar as janelas, parece que as coisas vão andar melhor”, planeja.

A pandemia de covid-19 foi um fator que afetou a captação dos recursos, como explica Marcos: 

”A gente fica vendo a coisa acontecer. Passamos por um momento de pandemia e não conseguimos captar. Pessoas e empresas estavam em um momento de dificuldades. Não foi um período fácil de viver. Agora parece que as coisas estão deslanchando, a gente fica só esperando que tudo dê certo”, finaliza.

Se você também quer fazer parte desta história, nos contate: (55) 98413-4435. Ou mande um e-mail para marcos@tvovo.org

A TV OVO agradece a todos que sonham conosco e apoiam o projeto!

O projeto

O projeto Sobrado Centro Cultural tem como objetivo restaurar o casarão de 1916 que fica na Rua Floriano Peixoto esquina com a Ernesto Becker, em Santa Maria. A proposta em curso busca transformar o sobrado e o galpão anexo em um centro voltado para a cultura e expressões artísticas.

O projeto dá ênfase para o audiovisual, no entanto, se entrelaça com todas as formas de produção da arte. No casarão haverá, no primeiro andar, um café cultural para socializar saberes, debates e artes durante o happy hour. 

Terá ainda a Biblioteca do Audiovisual Sérgio de Assis Brasil, com acervo de livros e filmes de acesso gratuito para a população; e o museu da imagem e do som, com acesso aos materiais brutos produzidos pela TV OVO ao longo dos anos e que é constantemente alimentado pelas novas produções realizadas. Já no segundo andar será construído um cinema. A proposta é de que ele seja uma alternativa de acesso à filmes que não chegam nas salas dos shoppings.

O Sobrado Centro Cultural irá fomentar o estudo, a discussão e a produção audiovisual sobretudo no prédio anexo. Lá, além de o terceiro andar abrigar a sede da TV OVO, o quarto patamar será espaço para oficinas, workshops e coworking.

E no primeiro pavimento estará um estúdio para produções de cinema e TV, que também poderá ser utilizado para espetáculos, shows e saraus. No segundo andar ficará o switcher. E no subsolo haverá outros dois estúdios menores, um para pequenas produções audiovisuais e outro voltado para a produção sonora.

Este projeto só está sendo possível porque o jornalista santa-mariense Marcelo Canellas começou a sonhar ao ver o casarão como um centro cultural e acreditou na capacidade da TV OVO de materializar essa ideia. Por isso, ele fez a doação do imóvel nos 20 anos da associação, em 2016. 

Acesse o site https://tvovo.org/portal/sobrado/ e confira todos os detalhes do projeto.

Projeto Sobrado Centro Cultural

Patrocinadores: Eny Calçados, Supermercado Santa Marta – Rede Super, Beltrame Materiais de Construção e JK Casa & Construção.

Financiamento: Pró-Cultura RS e Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul 

Conteúdo relacionado

ASSINE!

e receba a Newsletter no seu e-mail

Assine nossa Newsletter
Para receber mensalmente nossa Newsletter