Notícias

Corrente do bem coletivo em Santa Maria e outros serviços


Em tempos de Coronavírus, as conexões entre grupos e ações para o bem coletivo utilizam a internet como aliada. Imagem: Freepik

 

Neste momento de pandemia, além das ações dos governos nas diferentes esferas, a coletividade também tem mostrado o seu potencial a partir de ações de voluntários e organizações sociais que buscam auxiliar no combate ao coronavírus, prevendo, por exemplo, fornecimento de materiais, estruturas para os trabalhadores de saúde e também na conscientização e proteção dos cidadãos. Conheça algumas dessas ações em Santa Maria.

 

Banco de alimentos de Santa Maria
Organização que atende 32 entidades que são beneficiadas com kits de cestas básicas mensalmente. Precisam de verba para continuar a confecção das cestas durante a quarentena. Dados para doação: CNPJ – 30466339/0001-49; endereço – Rua Valdir Costa da Silva, nº 564, CEP – 97070-700; Caixa Econômica Federal, agência – 2231 / operação – 03/ conta – 00002265-5.

Puxe Brasil
Plataforma que busca reunir micro e pequenos empreendedores individuais com seus clientes sem precisarem sair de casa. O Puxe tem o slogan “cooperar para não parar” e além de relacionar fornecedor e consumidor, visa através da união de voluntários dar suporte especializado em diferentes áreas como marketing, logística, jurídica, contábil, administrativa comercial e etc. Para se cadastrar basta clicar aquiA assessoria sem custo algum tem apoio para artistas, professores, feirantes, comerciantes entre outros profissionais. O Puxe também está buscando colaboradores para dar seguimento à ideia, quem quiser colaborar basta depositar na conta: Banco 260 NU Pagamentos S.A; agência – 0001 / conta: 3998754-8. Você pode ver mais sobre o Puxe Brasil no site da plataforma, no Instagram @puxe.br, e no Facebook.

NÓS
O grupo Nós, assim como o Puxe, pensou nos pequenos empreendedores. Esta iniciativa conecta estudantes, professores(as) e profissionais que queiram ajudar a reduzir os impactos da crise socioeconômica gerada pela pandemia do coronavírus por meio de orientações a trabalhadores(as) e microempreendedores(as) em áreas como Gestão Financeira, Direito Trabalhista, Saúde e Segurança no Trabalho, Gestão de Marketing, Gestão Organizacional, etc. A rede é formada por voluntários(as) que se organizam para construir alternativas de difusão de informação e de conhecimento, por meio da produção de conteúdos para divulgação e orientação direta de trabalhadores(as) e microempreendedores(as), pelas redes sociais, calls ou outros meios. Qualquer pessoa com conhecimento em diferentes níveis, nas áreas acima citadas, pode participar como voluntária. Os trabalhadores(as) e microempreendedores(as) de todo o Brasil que necessitem orientações podem entrar em contato com a NÓS pelo Whatsapp (55) 99172-3915 ou por meio das redes sociais, no Instagram @nosemrede e no  Facebook. Acesse o formulário de inscrição de voluntários(as).

Rádio Imembuí
Está arrecadando materiais básicos de higiene para moradores de rua e comunidades carentes de Santa Maria. Lista de materiais que podem ser doados: sabonete, sabão, álcool, álcool em gel, papel higiênico, papel lenço. Ponto de coleta: Rádio Imembuí – Av. Governador Walter Jobim, 22.

Doação de folhas de acetato
Estão sendo produzidos materiais para ajudar na proteção das equipes de saúde dos hospitais de Santa Maria em impressoras 3D. Para isso, é preciso de folhas de ACETATO, de preferência na medida A3. Contato pelo telefone: (51) 993040976.

Doação máscaras descartáveis
O HUSM necessita de doações de máscaras para profissionais e pacientes. Contato com o serviço do almoxarifado: 3213 1622.

 

>> Notas de serviço:

Está com sintomas? Não vá imediatamente para o hospital. Busque primeiramente contatar um dos recursos:

Disque COVID – UFSM
Atendimento por ligação para que o paciente não precise sair de casa. Basta ligar para o número: (55) 3220-8500.

Lauduz Covid-19 – Saúde Pública Online
Consulta online por vídeo chamada. Para pedir uma consulta é só entrar pelo site: https://lauduz.com/.

Alô, Doutor – Unimed Santa Maria
Voltado prioritariamente para conveniados da Unimed. (55) 3220-0535 ou 0800516600.

Coronavírus – SUS
Aplicativo criado pelo SUS, Sistema Único de Saúde, que traz um questionário que define se a pessoa pode ser considerada como caso suspeito. Apresenta também um mapa com as unidades de saúde próximas do usuário, além de informações sobre o vírus. O app é gratuito e pode ser encontrado na App ou Play Store.

Disque Vigilância – da Secretaria Estadual da Saúde (SES)
Telefone: 150/ e-mail disquevigilancia@saude.rs.gov.br.

Disque Saúde, do SUS
Telefone: 136.

Aconselhamento terapêutico online, clique aqui 

 

>> Funcionamento dos supermercados em Santa Maria

Entenda como está o funcionamento dos mercados na cidade:

O funcionamento de todos os mercados é das 8h às 20h. Busque ir às compras sozinho(a), sem aglomerações. Se você for dos grupos de risco, há voluntários que estão se propondo ir às compras para que você não precise sair de casa.

Rede Vivo
Das 7h30 às 8h30 exclusivo para atendimento das pessoas dos grupos de risco, evitando aglomerações. Durante o restante do dia atendem até às 20h.

Bella Vista
Está trabalhando com vendas por e-mail e whatsapp para os clientes não precisarem sair de casa. Os contatos para efetuar as compras são: (55) 99966-8795 (WhatsApp) e bellavistasupermercado@hotmail.com (e-mail).

Beltrame
Horário das 8h às 9h exclusivo para pessoas dos grupos de risco. As compras também podem ser feitas pelo site: beltramesupermercados.com.br (somente compras acima de 59,90 e taxa de entrega 19,90, mediante agendamento). A retirada de produtos em forma de drive thru também é viável (opção exclusiva no Beltrame da Avenida Hélvio Basso, taxa de 5,00). Além disso, o mercado está no delivery iFood, onde podem ser feitas compras de até 16 itens.

Stok Center
Das 7h às 8h com horário exclusivo para pessoas dos grupos de risco. Por enquanto o mercado ainda não trabalha com tele-entrega.

Rede Super
Horário exclusivo para as pessoas dos grupos de risco das 7h30 às 8h30. As compras também podem ser feitas pelo whatsapp (55) 99700-9063. O supermercado Da Cas e Vila Schirmer está recebendo pedidos pelo whatsapp (55) 99209-6973, e o supermercado Dores recebe os pedidos pelo whatsapp (55) 99701-4906. Além disso, o supermercado Stangherlin segue com suas vendas no app Delivery Much.

Nacional e Maxxi Atacado
Os mercados reservam a primeira meia hora de funcionamento, das 8h às 8h30min de segunda a sábado, para os idosos.

BIG
Exclusivo para os grupos de risco das 8h às 9h.

 

Que façamos dessas horas de isolamento, tempo em que temos mais dúvidas do que certezas, momentos para repensarmos nosso modo de vida e funcionamento social, buscando romper barreiras para olhar com mais sensibilidade ao próximo e o mundo ao redor, repensando tudo o que tenta nos oprimir e nos alienar.

Reforçamos: quem puder, fique em casa. Cuidemo-nos e cuidaremos dos outros. Em breve tudo isso passará.

Por Thaisy Finamor


Seguimos em captação de ICMS para restauração da sede da TV OVO


Aprovado em junho do ano passado, a primeira fase do Sobrado Centro Cultural irá reformar o casarão onde está a sede da TV OVO,  na rua Floriano Peixoto esquina com Ernesto Becker, para ser mais um espaço dedicado à arte, cultura, comunicação e educação. A casa centenária, tombada a nível municipal, foi doada pelo jornalista Marcelo Canellas (Fantástico/Rede Globo) para a TV OVO, uma associação sem fins lucrativos que há 23 anos trabalha com formação audiovisual em escolas públicas, bairros periféricos e comunidades do interior e também produz documentários voltados para o registro da memória de localidades e manifestações culturais do RS, tendo recebido diversos prêmios a nível estadual e federal pela sua atuação.
O Sobrado Centro Cultural – Fase 1 foi aprovado para captar recursos via LIC/RS. Empresas que pagam ICMS podem destinar percentual do seu imposto para o projeto. A contrapartida é de apenas 5% e a empresa terá sua marca divulgada como patrocinadora do projeto. Entre os patrocinadores confirmados está Eny Calçados. O valor para captação é de R$ 896.105,70.
Toda ajuda é bem-vinda. Se você não paga ICMS, mas conhece alguém que recolhe o imposto, pode indicar nosso projeto para que a empresa apoie este projeto. Nossos contatos são tvovo@tvovo.org, 55 3026 3039 e 55 98413 4435 (Marcos Borba).
Por que apostar em nossa proposta?
Pelo engajamento da marca com um projeto de ampla relevância cultural, voltado para a preservação da memória, da identidade gaúcha e da valorização do patrimônio arquitetônico materializada no edifício, além da relevância social das ações desenvolvidas pela TV OVO há mais de duas décadas que serão potencializadas com este novo espaço.
Como contrapartida do patrocínio, prevemos a divulgação dos patrocinadores em diferentes mídias (outdoors, jornal, audiovisual, redes sociais e folders sobre o projeto). Além da obra, também iremos realizar o “Estação Santa Maria”, um espetáculo de contação de histórias para 200 crianças de escolas públicas com um passeio pela Avenida Rio Branco, saindo da Gare (centro histórico da cidade), em um trenzinho, com o objetivo de rememorar a história de formação da cidade e de identificar nosso patrimônio histórico-cultural.
O que está previsto para esta 1ª fase:
  • Estrutura para abrigar biblioteca do audiovisual, café cultural, cineclube, exposições, espaço para museu da imagem e som;
  • Infraestrutura e superestrutura;
  • Cobertura e forro;
  • Instalação elétrica e hidráulica;
  • PPCI;
  • Acessibilidade;
  • Energia fotovoltaica.

Documentário sobre tragédia da Kiss está disponível até domingo (02/02)


Luciane, irmã de vítima, narra o filme em primeira pessoa.

A tragédia da boate Kiss, ocorrida no dia 27 de janeiro de 2013, completou 7 anos nesta segunda-feira. Para rememorar a data, foi disponibilizado o acesso online ao documentário Depois Daquele Dia, produzido pela TV OVO e dirigido pela jornalista santa-mariense Luciane Treulieb.

Luciane, que é irmã de João Aloisio Treulieb, uma das 242 vítimas do incêndio, reflete sobre os impactos e os aprendizados que a tragédia trouxe para a cidade e para si. O filme apresenta as cicatrizes que marcaram a comunidade e as relações que, ao longo dos anos, criaram-se entre os sobreviventes, os familiares e a própria cidade. O documentário busca tratar um tema duro de uma forma sensível, abordando como a vida seguiu e como a cidade, que foi abalada pela perda repentina de tantos jovens, se transformou.

O acesso a Depois Daquele Dia ficará liberado até o próximo domingo, dia 2 de fevereiro.

 

Julgamento
O julgamento dos réus, que irão enfrentar o tribunal do júri, está previsto para iniciar em março deste ano. Os sócios da boate Mauro Hoffmann e Elissandro Spohr e os músicos Marcelo Santos e Luciano Bonilha respondem a ação penal pelos crimes de homicídio qualificado com dolo eventual.

Acesse:

Depois Daquele Dia com legenda em inglês

Depois Daquele Dia com legenda em espanhol

 


Prepare-se para uma maratona cinematográfica


 

Para quem é amante do audiovisual e deseja ampliar seus conhecimentos a respeito, dois grandes eventos ocorrerão nesse mês em Santa Maria. O CINEST – Festival Internacional de Cinema Estudantil promoverá debates sobre acessibilidade no audiovisual, além de oficinas focadas em introdução de roteiro para audiodescrição e maquiagem/efeitos especiais. A edição deste ano irá ocorrer entre os dias 14 e 18 de outubro, na CESMA (Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria), na Rua Professor Braga, nº 55. Na programação, prevista no site oficial, além de exibições, apresentações de trabalhos, palestras e exibições dos filmes durante o período, o último dia do evento será a premiação dos vencedores das mostras competitivas. A exibição da mostra competitiva irá ser na Universidade Franciscana e na Universidade Federal de Santa Maria. Para se inscrever nas palestras e oficinas, é necessário se cadastrar no site oficial do festival.

Já a 13º edição do SMVC (Santa Maria Vídeo e Cinema) irá ocorrer no fim do mês, de 29 de outubro a 3 de novembro. As atividades do evento estão estruturadas em torno do tema dessa edição “Cinema para todas”, que promove um debate a respeito do protagonismo feminino no audiovisual. Parte da programação já foi divulgada.  A abertura do festival trará a exibição do longa-metragem “Legalidade” do diretor gaúcho Zeca Brito, no Centro de Convenções da UFSM, dia 29 de outubro, às 19h, com entrada franca. E, além disso, estão abertas as inscrições para a oficina com Hique Montanari, diretor do filme “Yoñlu”, que será dia 30 de outubro na CESMA a partir das 13h. A atividade propõe um estudo de caso com um exercício de escolhas estéticas e narrativas do longa-metragem. A inscrição pode ser feita pela página do festival ou tratar com Luciano pelo número (55) 99188.2442, com o valor de R$ 30 para estudantes e $50 para o público geral. O festival está aceitando contribuições na plataforma catarse.me para arrecadação de fundos.

 

Por Juliana Brittes

 


Conferência Municipal de Cultura será nesta semana em Santa Maria


A Conferência Municipal de Cultura será nos dias 28, 29 e 30 de agosto e mobilizará debates em torno dos segmentos culturais. A programação é composta por palestras e workshops, além da eleição dos novos conselheiros e representantes do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC), que irão fazer as discussões, aprovar e deliberar questões sobre a política cultural de Santa Maria para os próximos dois anos. A conferência tem como objetivo fortalecer a cultura na cidade, valorizando as manifestações técnico-artísticas e mobilizar os segmentos culturais da cidade, proporcionando-lhes informações e auxílio para sua organização.
As reuniões do Conselho ocorrem uma vez por mês, onde é debatido questões de política geral, além de especificidades de cada um dos 20 segmentos de cultura. Qualquer cidadão santa-mariense pode votar em um dos representantes, basta ter um documento com foto e ir até um dos locais de votação: na Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Rua Venâncio Aires, 1934, 2º andar), das 9h às 16h30, ou das 18h às 21h no Salão Azul da Universidade Franciscana (Rua dos Andradas, 1614, conjunto 1 prédio 2).

Programação completa:
Local: Salão Azul da Universidade Franciscana, localizada na Rua dos Andradas nº 1614, Conjunto I, Prédio 2.

28 DE AGOSTO
18h – Credenciamento
18h30 – Solenidade de Abertura com a presença das autoridades: – Jorge Pozzobom – Prefeito Municipal de Santa Maria; – Beatriz Araújo – Secretária de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul; – Marta Zanella – Secretária de Cultura, Esporte e Lazer de Santa Maria; – Alvaro Franco – Representante Regional Sul da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania. – Orlando Fonseca – Presidente do Conselho Municipal de Política Cultural de Santa Maria
19h15 – Painel “Alterações no Sistema Pró Cultura RS”, com Rafael Bale – Diretor do Departamento de Fomento do Pró Cultura RS.
19h45 – Painel “Programa RS Criativo”, com Ana Fagundes – Diretora de Economia Criativa da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul;
20h15 – Painel “Nova Instrução Normativa da Lei Rouanet”, com Alvaro Franco – Representante Regional Sul da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania.

29 DE AGOSTO
14h – Capacitação “Empreendedorismo na Área Criativa”
18h30 – Painel “Acessibilidade” com Cristian Evandro Sehnem (Técnico em Educação no Núcleo de Acessibilidade da UFSM) e Silvia Wolff (coreografa, bailarina, professora adjunta e vice coordenadora do Curso de Bacharelado em Dança da Universidade Federal de Santa Maria)
21h – Discussão e votação de moções de orientação ao CMPC

30 DE AGOSTO
14h – Capacitação “Empreendedorismo na Área Criativa”
18h30 – Anúncio do resultado da eleição do CMPC-SM
19h – Painel “Captação de Recursos” – Maria Aparecida Herok, da produtora Cida Cultural
21h – Discussão e votação de moções de orientação ao CMPC

Por Thaisy Finamor


TV OVO aprova projeto para restauração do Sobrado na LIC RS


O projeto que prevê a primeira fase de restauração da casa onde está a sede da TV OVO foi aprovado, na última terça-feira, 04, pela Lei de Incentivo à Cultura do estado do Rio Grande do Sul. Cadastrado no sistema em 16 de janeiro deste ano, o projeto intitulado Sobrado Centro Cultural – Fase 1 foi analisado pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC) no dia 30/05 e considerado prioritário.

O projeto prevê a recuperação do casarão eclético datado de 1916, situado em Santa Maria, que será transformado em um centro cultural com ênfase para o audiovisual e projetos sociais ligados à área da cultura, comunicação e memória. Nesta primeira fase, o foco é a recuperação do imóvel histórico que se encontra atualmente em avançada degradação e sem cobertura. Para isso, prevê a estrutura necessária que deverá abrigar, no primeiro andar, uma biblioteca audiovisual, sala de leitura, museu da imagem e som e um café, e, no segundo andar, uma sala multiuso em que funcionará cineclube entre outras atividades culturais como exposições, encontros e oficinas. Após esta etapa, a casa abrigará a sede da TV OVO provisoriamente para que seja possível dar seguimento às próximas duas fases, que contemplarão a construção de um prédio anexo de 4 andares, onde será instalada a sede definitiva, com reabilitação da fachada art déco de 1940 do galpão, e a restauração das fachadas leste, sul e norte do casarão.

Conforme o documento publicado no Diário Oficial do estado, o valor aprovado para captação via Sistema Pró-Cultura RS  é de R$ 896.105,77 . Pela Lei, para que o projeto possa iniciar a execução, a equipe tem 6 meses para captar 20% do valor total, entendido como sinal de potencial para tirar a ideia do papel. Empresas que pagam ICMS (imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços) no estado, desde que não tenham aderido ao Simples Nacional e estejam em situação de regularidade, podem destinar percentual do seu imposto para o projeto. A contrapartida, no caso do Sobrado Centro Cultural, é de apenas 5%, em função de ser bem tombado. Esse valor é destinado ao Fundo de Apoio à cultura (FAC/RS) e a empresa terá sua marca divulgada como patrocinadora do projeto. Porém, a partir do novo convênio realizado pelo estado do Rio Grande do Sul com o CONFAZ (Conselho Nacional de Política Fazendária do governo federal), os incentivos fiscais foram prorrogados até 30 de setembro deste ano. Para garantir a obra, é necessário conseguir os patrocínios com urgência.

A relevância da proposta engloba ampla dimensão cultural, seja pelo ato de tombamento municipal, pelas atividades que a TV OVO desenvolve, seja pelo legado arquitetônico, histórico, social e cultural que carrega. O casarão foi construído por Evandro Ribeiro (1882 – 1960), engenheiro civil formado pela Escola de Engenharia de Porto Alegre. Nascido em Caçapava do Sul, ele veio para Santa Maria com o desejo de viver como poeta, integrando a Academia Literária Sul-rio-grandense e a Academia de Letras do Rio Grande do Sul, motivo pelo qual a casa foi espaço de saraus literários e intensa movimentação cultural. Depois de ter sido residência da família Danesi, de 1940 a 1980, o imóvel foi adquirido por Marcelo Canellas em 2010, e fez a doação para a TV OVO em 2016, quando a associação completou 20 anos.”Esta história faz parte da essência que se articula com as forças vivas da cultura do município de Santa Maria, constituindo um projeto voltado para a cidade e suas demandas, e potencializando as ações de cunho artístico e social já desenvolvidas pela TV OVO no setor audiovisual”, salienta o parecer do conselheiro relator no CEC, Jorge Luís Stocker Júnior, entendendo o projeto como “importante iniciativa de resgate do patrimônio cultural arquitetônico e paisagístico”.

O projeto que começa a sair do papel é gestado de forma coletiva desde 2012. Um chamado público de Marcelo para arquitetos da cidade, em 2012, deu início às discussões. A equipe da proposta  aprovada é formada pelos arquitetos Tita Pereira, Daniel Pereyron e Anelis Flôres; os engenheiros Lucas Jost e Guilherme Angonese; e os produtores culturais Neli Mombelli, Denise Copetti e Marcos Borba.