Notícias

Acompanhe nossa nova série: Cartas à Vila Belga


Série “Cartas à Vila Belga” disponível em nosso canal do YouTube, Facebook e IGTV.               Foto: Marcos Borba

É com muito orgulho e alegria que compartilhamos mais três produções audiovisuais inéditas. Sejam bem-vindos (as) às histórias da série Cartas à Vila Belga,  que com cor e imagens em movimento homenageia um dos lugares mais queridos de Santa Maria.

Um conjunto de casas centenárias coloridas recebe uma afetuosa visita. Em tom de carta, moradores e apaixonados pela Vila Belga contam sobre o patrimônio histórico e cultural, resignificam o espaço e eternizam suas lembranças por meio de vídeo-cartas.

A Vila Belga é um conjunto habitacional tombado como patrimônio estadual. Foi construída entre 1901 e 1903 para servir de moradia aos funcionários da companhia belga Compagnie Auxiliare des Chamins de Fer au Brésil, que vieram para cá para construir a ferrovia que corta o Estado. Inaugurada em 1907, hoje, a Vila Belga contabiliza 113 anos de existência.

O projeto audiovisual buscou valorizar esse lugar tão significativo para os santa-marienses e lançou o desafio para três pessoas: cada uma delas teria que escrever uma carta à Vila Belga, contando seus anseios, lembranças, amores, ou o que quer que estivesse na ponta da caneta. Assim, sugiram os episódios Um Pedaço Colorido do Mundo, Memórias Ferroviárias A Vila Belga é Hoje.  As cartas são linhas de afetos e vozes de Myrna Floresta, moradora da Vila Belga e presidente da associação de moradores; Marcelo Canellas, santa-mariense declarado apaixonado pela cidade e jornalista da TV Globo; e Ivan Sccott, ex-ferroviário e também morador do local.

Myrna Floresta diz que se sente privilegiada em poder participar do projeto e ajudar a população a entender o que a Vila Belga representa e que temos o dever de cuidá-la e preservá-la.  “O registro em vídeo é importante demais, pois alcança as pessoas do mundo todo através das redes sociais”, ressalta ela.

A cada sábado lançamos um dos episódios em nossas redes sociais. Você pode acompanhar pelo nosso YouTube, Facebook ou Instagram. Um Pedaço Colorido do Mundo já está disponível. Neste sábado é a vez de Memórias Ferroviárias, e no dia 12/06 você assiste ao episódio A Vila Belga é Hoje. Em breve, os episódios também serão veiculados na TV Câmara, canal 2 da NET e 18.1 no canal aberto.

A série Cartas à Vila Belga é um criação da TV OVO com financiamento do edital do Pró-Cultura/RS FAC Movimento (Fundo de Apoio à Cultura do governo do Estado em parceria com a Prefeitura Municipal de Santa Maria) e visa valorizar esse espaço que é patrimônio histórico, cultural e social gaúcho. Compartilhe este conteúdo e aproveite para inscrever-se no nosso canal do YouTube e acompanhar mais conteúdo audiovisual e novidades como essa, também nos siga no Instagram e curta nossa página no Facebook.

Por Tayná Lopes


Curta `Espelho Hexagonal` tem lançamento em Santa Maria


O curta-metragem de Santa Maria Espelho Hexagonal tem lançamento marcado nesta segunda-feira, dia 24, 19h30min, na Cesma (Rua Professor Braga, 55, Centro).

O filme, produzido pela Finish Produtora, com direção de Maurício Canterle, foi contemplado no Prêmio IECINE, com financiamento direto do Sistema Pró-cultura-RS (Secretaria de Estado da Cultura). Este mesmo prêmio contemplou o curta-metragem Poeira, da TV OVO, que deverá ser lançado em 2015. 

Enredo

A trama é uma experiência atemporal, uma viagem sonora e visual através das confusas projeções da mente do protagonista Caio. Ele está sem rumo, flerta com o suicídio e precisa de ajuda para reconstruir sua própria existência. Ao seu redor, a arquitetura de uma cidade em prantos. O psiquiatra lhe oferece um copo d’água e faz anotações sobre a terapia em sua sala de estar aconchegante. Na frente do espelho, uma lembrança ressurge. Um congestionamento, uma paisagem rural, um Corcel vermelho, um violão, uma manhã de domingo. Caio deixa a barba crescer, coloca seus óculos escuros, aumenta o volume e cai na estrada em busca de si mesmo.

A co-produção fica por conta das produtoras Lumaluma e Banjo Lab. Os santa-marienses Luísa Copetti e Paulo Teixeira (que também assina a direção de arte do Poeira) assinam a direção de produção e Christian Lüdtke e Juliane Fossatti a produção executiva. O roteiro é uma adaptação do poema Espelho Hexagonal, de Thiago Brasil.Espelho Hexagonal