Notícias

TV OVO premiada na 12ª edição do SMVC


A TV OVO participou da 12ª edição do Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC) que ocorreu entre os dias 20 a 25 de novembro deste ano. A abertura do evento foi na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e teve como tema “Atuar e mudar as coisas”, para que as obras audiovisuais trouxessem inspiração por mudanças de um mundo melhor. A comissão organizadora do SMVC selecionou 37 filmes que foram exibidos na Praça Saldanha Marinho e na Cesma, dentre eles, duas produções da TV OVO integraram a programação: o documentário Santo Antão (2017) e a ficção Poeira (2015).

Além do entusiasmo que a mostra competitiva proporcionou ao público, a TV OVO levou para casa três troféus Vento Norte. Poeira, dirigido por Paulo Tavares, foi escolhido pelo júri popular, junto com o filme Railander, e Joel Cambraia recebeu o troféu de melhor ator, pelo personagem de Seu Ernesto.  O documentário Santo Antão, com direção de Marcos Borba, recebeu menção honrosa. O texto de justificativa traz a seguinte mensagem: “O filme valoriza a memória e a história das pessoas comuns, aquelas que constroem lugares, cidades, bairros e vilas. É sensível no olhar e delicado na narrativa.”

Nós dedicamos esse reconhecimento a família TV OVO, ao elenco do Poeira, e a todos que integraram as equipes dos dois filmes. São mais de 40 pessoas envolvidas nas duas obras. Um montão de mãos que constroem junto a nossa história e a do audiovisual de Santa Maria.

Confira os premiados da 12ª edição.

Sobre o SMVC

O Santa Maria Vídeo e Cinema retomou suas atividades na cidade nesse ano, local onde nasceu em 2002, pois havia cinco anos que as mostras não ocorriam. Dos 37 filmes selecionados para a competição, 20 disputaram na mostra nacional, no qual concorreram filmes de ficção e documentários produzidos entre os anos de 2017 e 2018. Nessa competição, o festival recebeu obras vindas de diversos estados brasileiros. Já na mostra de Santa Maria e região, foram 17 filmes indicados produzidos entre 2014 e 2018.

Curiosidade: O Troféu Vento Norte, chamou-se assim, pois foi inspirado na obra da artista Ana Norogrando, que faz menção ao vento característico de Santa Maria.

Por Helena Moura

Parte da equipe do curta-metragem Poeira na locação em Toropi. Foto de Fernando Krum

 

Poeira

Ernesto (Joel Cambraia), o último artesão de lápides da região, depois de dedicar-se anos ao seu ofício solitário, revive a esperança de perpetuar a profissão no seu novo ajudante, o aprendiz José (Victor Dutra Barbosa).

 

Santo  Antão

O distrito de Santo Antão é um lugar, como disse um morador, onde cada curva de estrada tem uma história para contar. As curvas guardam um pedaço do passado do país, nos rastros do caminho dos tropeiros para a feira de Sorocaba/SP; conservam os vestígios jesuítas da “salgadeira”; podem ser tristes como o asfalto que até hoje não chegou. Elas também foram abrigo do peregrino João Maria de Agostini, responsável por mobilizar milhares de fiéis em busca de cura, cuja fé perdura até hoje com a romaria de Santo Antão. O distrito de Santo Antão é um espaço rico nas histórias, nas pessoas, no potencial turístico e em segredos que talvez nunca sejam descobertos.


TV OVO gravará documentário em Carazinho


As ondas do rádio batem forte no coração, e a TV OVO vai até ao norte do Estado para registrar isso. O projeto Frequências do Interior, que será transformado em documentário, foi aprovado no edital Rio Grande do Sul Pólo Audiovisual – Histórias do Sul, da Secretaria de Estado da Cultura. A homologação com o resultado definitivo foi publicada nesta terça-feira, 1º de julho, no Diário Oficial do Estado. Serão R$ 42 mil destinados à produção.

A partir do segundo semestre, a TV OVO pega a estrada até o município de Carazinho (RS) para produzir o documentário Frequências do Interior, que terá duração de 26 minutos. O tema do audiovisual será o quadro radiofônico Cantinho do Amor, da emissora Gazeta AM 670, que, há três anos, promove encontros entre ouvintes que buscam um(a) companheiro(a). Por meio do rádio, diversas pessoas já se encontraram naquela região. Em alguns casos, ouvintes até já vivem juntos e se dizem felizes, graças ao Cantinho do Amor.

– O bacana desse doc. é mostrar a força que o rádio ainda tem no interior e também registrar aspectos da cultura do norte do Estado, pois não há muitas produções audiovisuais, pelo menos que eu tenha conhecimento, que contemplem essa região – comenta Neli Mombelli, que dirigirá o documentário ao lado de Marcos Borba (ambos da TV OVO).

 


Finalizadas as gravações do documentário A Semi-lua e a Estrela


Mouros conduzem a princesa Floripa. Fotografia: Paulo Silva

Uma guerra muito bonita. Sim, lutas quando encenadas como forma de relembrar o passado e manter viva a memória podem ser consideradas belas. Foi assim o embate entre mouros e cristãos no último sábado, 08 de junho, no Forte Dom Pedro II, em Caçapava do Sul. Cristãos, vestidos de azul, e mouros, vestidos de vermelho, contracenaram com um dia ensolarado, com nuvens pincelando o céu, num cenário de tirar o fôlego.

A teatralização do folguedo foi organizada para a gravação das últimas cenas do documentário A Semi-lua e a Estrela. Dirigido por Marcos Borba, o documentário que é um projeto da TV OVO, fala da tradição da corrida de cavalhadas na cidade.

Foram mais de 20 profissionais do audiovisual envolvidos na produção. Entre os equipamentos utilizados estavam uma câmera de cinema digital, um veículo aéreo não tripulável (Vant) e câmeras fotográficas DSLR que gravam em full HD.

O filme é um projeto aprovado via edital pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC-audiovisual), da Secretaria Estadual de Cultura (Sedac) do Rio Grande do Sul. A Semi-lua e a Estrela, marcas dos mouros e cristãos, respectivamente, terá 26 minutos e conta com um recurso de 40 mil reais para a sua realização.

Nos próximos meses o documentário entra em fase de edição. Ele deverá ficar pronto final de outubro e ser lançado com os demais documentários aprovados na categoria Documenta Rio Grande, do edital do FAC.

Felipe Rosa, operando câmera de cinema digital, e Maurício Canterle, dirigindo cena. Fotografia Paulo Silva


TV OVO premiada no 11º SMVC


Marcos Borba, diretor do documentário Qu4tro Mistérios do Rosário Fotografia: Eduardo Ramos, especial Diário de Santa Maria

A 11º edição do Festival Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC), que ocorreu de 08 a 13 de abril, levou para o telão da Cesma uma diversidade de produções audiovisuais brasileiras. Quem participou, assistiu a muita coisa boa. A mostra nacional trouxe diversas realidades do Brasil, principalmente nos documentários, e mostrou diferentes olhares sobre nossa cultura, destacando-se as minorias, como a questão dos indígenas, das pessoas com necessidades especiais e dos negros. Foi uma semana para viver o cinema.

E o desejo que fica, em todos aqueles que vivenciam o SMVC, é a volta do Festival para a Praça Saldanha Marinho. Porque democratizar a produção audiovisual é fazê-la circular em lugares democráticos, lugares públicos, pois, como disse o homenageado nacional, Hermano Figueiredo, um filme só se torna filme quando encontra o público, e quanto maior ele for, melhor!

Premiados no SMVC

A TV OVO levou seis troféus para casa.

O documentário Qu4tro Mistérios do Rosário ganhou quatro deles:

– Melhor curta-metragem

– Melhor direção, Marcos Borba

– Melhor Trilha Sonora, Felipe Batistella Alvares

– Prêmio Clayton Coelho de Direitos Humanos

Os outros dois foram para o curta El Tufito:

– Melhor curta do Júri Popular

– Melhor edição, Neli Mombelli e Marcos Borba

A lista completa dos premiados você confere no site do SMVC.

E se você ainda não conhece as nossas produções premiadas, aí estão elas!

Qu4tro Mistérios do Rosário

[youtube LuF043AYmM8 nolink]

El Tufito

[youtube v6_bmokLN2E nolink]


Mostra audiovisual e Troféu Sérgio Assis Brasil


Mais um motivo para comemorar. Nesta quinta-feira, 13/12, Marcos Borba, integrante e um dos fundadores da TV OVO, receberá o Troféu Sérgio Assis Brasil pelo mérito cultural na área do vídeo e do cinema. A entrega será às 18h, na Câmara Municipal de Vereadores de Santa Maria.

E como o próprio Marcos diz, a trajetória dele no audiovisual se confunde com a história da TV. Para comemorar, será realizada uma Mostra Audiovisual das produções mais recentes na nova sede da TV OVO. O galpão do Sobrado Centro Cultural, na Rua Ernesto Beck esquina com a Floriano Peixoto, se tornará num grande cineclube com entrada franca.

Todos estão convidados para a sessão a partir das 19h30, na qual também será lançado o curta El Tufito, selecionado no Festival Santa Maria Vídeo e Cinema deste ano.

Venha e compartilhe mais esse momento com a gente.


TV OVO selecionada no Festival Santa Maria Vídeo e Cinema


O Festival Santa Maria Vídeo e Cinema, SMVC,  divulgou nesta terça, 06, as produções selecionadas para a edição deste ano.
A TV OVO concorre com duas na mostra local, ambos com direção de Marcos Borba.

Making of da cena que El Tufito compra o tão sonhado ventilador

El Tufito é a primeira produção internacional da TV OVO. É um curta-metragem de ficção bem animado, produzido em Punta del Diablo, no Uruguai, durante as férias de parte da equipe da TV. Os personagens são todos interpretados pelos integrantes da TV OVO, sendo Rafael Rigon, “El Tufito”, o personagem principal.

Já o outro é o documentário Qu4atro Mistérios do Rosário, fruto do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade, que tem incentivo da Lei de Incentivo à Cultura do município. O filme de não ficção fala da história do bairro Nossa Senhora do Rosário e sobre parte da história dos negros da cidade.

Dona Titita fala de suas lembranças sobre o bairro do Rosário

Confira a lista completa dos selecionados no site do SMVC.