Arroio do Só
junho 29, 2015




Pelos trilhos do trem chegaram os tempos áureos, e pelo mesmo caminho o progresso parece ter escapulido. Hoje, Arroio do Só vive um período em que busca se recuperar das mudanças bruscas pelas quais passou. É um lugar carregado de histórias, lendas e lindas paisagens no interior de Santa Maria/RS.

Documentário produzido em 2014 pelo projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade, financiado pela Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (Lic/SM).

Postado por: Neli Mombelli

Comentários

Uma resposta para “Arroio do Só”

  1. Maria de Lourdes Linck disse:

    Arroio do Só, meu chão, minhas raízes mais profundas!
    Minha Terra Natal, infância de muitas memórias e histórias vividas num lugar que ainda vivia seu auge de seu desenvolvimento.
    Sentimentos de tristezas e de saudades em partir em busca de meus sonhos, os estudos, deixando para trás uma vida de liberdade e sem medo de ser feliz.
    Entre tantas lembranças, estão o Grupo Escolar onde estudei, o hospital que para a época, era invejável sua arquitetura e infraestrutura. E a igreja, São João Batista, que refletia sua beleza aos domingos e nas suas festas? E o sino que se comunicava com a vila por sua linguagem simbólica?
    A alegria de ver passar o trem passageiro diurno, já o noturno, pelo apito avisando ao longe que estava chegando. Andar de trole era um divertimento e ao mesmo tempo uma aventura.
    Ah, o Lagoão, assim nós chamava, nossa atração predileta, além da “cavas” com seus mistérios que aguçava nossa curiosidade de criança.
    Nós, crianças, tínhamos uma imaginação incrível quando nos contavam dos mitos e lendas. Nós tentávamos desvendar, saber se era verdade, Por isso, digo que minha a infância foi de liberdade e sem medo de ser feliz. Não tínhamos medo e nem noção do perigo!
    Penso que hoje vemos a vida com outro olhar, porque muita coisa mudou, especialmente para quem vive na cidade. Não temos mais aquela liberdade de viver nossa essência com a natureza. Sinto pelos meus filhos que não vivenciaram uma infância livre de preconceitos e medos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.