Notícias

Inscreva-se no workshop de criação de webséries


Elas são as queridinhas do momento e, além de fazerem sucesso entre o público jovem,  as webséries tem sido uma saída interessante para a produção audiovisual atual. Mas do que onde elas vivem e do que se alimentam? Essas e outras questões serão trabalhadas por Leo Garcia no workshop de Criação de webséries nos dias 17 e 18 de novembro (sexta e sábado), das 9h30 às 12h e das 14h às 17h30, na nossa sede.  A atividade, que tem 30 vagas, abordará gêneros e formatos, construção de personagens, conflitos, tom e ritmo para propostas seriadas.

Leo Garcia é roteirista e integra a produtora Coelho Voador de Porto Alegre. Tem se destacado em diversos editais e recebidos premiações na área audiovisual. É o idealizador do Frapa – Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre. Para quem se interessa por webséries e quer aprender ou aprofundar seus conhecimentos, pode fazer sua inscrição até o dia 16/11 neste link. O pagamento da taxa, R$ 60,00 (R$ 30,00 meia) deve ser feito na sede da TV OVO, rua Floriano Peixoto, 267, das 14h30min às 18h ou com um de nossos integrantes. A vaga será confirmada mediante o pagamento até dia 16 de novembro.

O workshop integra o projeto Narrativas em Movimento, que tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria. Além dele, Leo também participará do Colóquio Produção Audiovisual em Série, no dia 17/11 (sexta-feira), às 19h, no Salão de Atos do Conjunto I da Unifra (Rua dos Andradas, 1614, 4º andar).

 

Conteúdo Programático:

Afinal o que é uma websérie? Onde vive? Do que se alimenta?

- Introdução

- Formatos

- Gêneros

- Como construir uma ideia. Fundamentos básicos. Criando o Mundo da história.

- Exercício

Personagens: a alma do negócio

- Construção de Personagens. Caracterização. Arquétipos. Conflitos. Motivações. Antagonismo.

- Premissa – Storyline. Plot. Sinopse Geral.

- Estrutura – Duração. Conflito. Tramas e Subtramas.

- Tom e ritmo – As diferentes possibilidades e variantes a serem adotadas.

lampada


Produção audiovisual em série é tema de colóquio em novembro


Ao evidenciarmos o importante papel da Lei da TV Paga, que cria demanda de conteúdos audiovisuais independentes brasileiros, além do avanço de plataformas de streaming (dispositivos esses que abrem perspectivas para a produção descentralizada e para a comercialização de audiovisuais), notamos a importância de discutirmos a produção audiovisual voltada para séries tanto para internet quanto para televisão. Por isso, organizamos o Colóquio Produção audiovisual em série, que será realizado no dia 17 de novembro.

Para abordarmos o tema em questão, o Colóquio propõe um debate com  Ana Luiza Azevedo, diretora, roteirista, produtora executiva e integrante da Casa de Cinema de Porto Alegre, e com Leonardo Garcia, roteirista, produtor, sócio da Coelho Voador e um dos idealizadores do Frapa (Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre). O colóquio, realizado em parceria com o curso de Jornalismo da Unifra, será na sexta-feira, 17 de novembro, às 19h, no Salão de Atos de Conjunto I da Unifra, Prédio I (4° andar), entrada pela Rua dos Andradas, 1614.  A entrada é gratuita e a pré-inscrição (para a emissão de certificado) pode ser realizado até o dia 16/11, neste formulário.

Além do colóquio, também teremos um workshop de Criação de webséries com Leonardo Garcia, nos dias 17 e 18 de novembro (sexta e sábado), das 9h30 às 12h e das 14h às 17h30, na nossa sede.  A atividade abordará gêneros e formatos, construção de personagens, conflitos, tom e ritmo para propostas seriadas.

Para quem se interessa pelo tema e quer aprender ou aprofundar seus conhecimentos, pode fazer sua inscrição até o dia 16/11 neste link. O pagamento da taxa, R$ 60,00 (R$ 30,00 meia) deve ser feito na sede da TV OVO, rua Floriano Peixoto, 267, das 14h30min às 18h ou com um de nossos integrantes. A vaga será confirmada mediante o pagamento até dia 16 de novembro.

O colóquio e o workshop integram o projeto Narrativas em Movimento, que tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.

 

Resumo da programação

Sexta-feira,17/11- 19h

Colóquio Produção audiovisual em série

Debate com Leo Garcia e  Ana Luiza Azevedo

Salão de Atos de Conjunto I da Unifra, Prédio I (4° andar) – Rua dos Andradas, 1614.

Entrada Gratuita.

 

Sexta-feira (17/11) e sábado (18/11)

Workshop Criação de webséries

Com Leonardo Garcia (30 vagas)

Das 9h às 12h e das 14h às 17h

Sobrado Centro Cultural, Rua Floriano Peixoto, 267.

Quanto: R$ 60,00 (inteira). R$ 30,00 – meia (estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos carentes – mediante apresentação de documento comprobatório).

 

Conteúdo Programático:

Afinal o que é uma websérie? Onde vive? Do que se alimenta?

- Introdução

- Formatos

- Gêneros

- Como construir uma ideia. Fundamentos básicos. Criando o Mundo da história.

- Exercício

Personagens: a alma do negócio

- Construção de Personagens. Caracterização. Arquétipos. Conflitos. Motivações. Antagonismo.

- Premissa – Storyline. Plot. Sinopse Geral.

- Estrutura – Duração. Conflito. Tramas e Subtramas.

- Tom e ritmo – As diferentes possibilidades e variantes a serem adotadas.

Por Camila Lourenci

cartaz

 


Repercutindo: oficina de roteiro para série documental de curta duração chega ao fim no sábado


No audiovisual, o roteiro é um guia, contém todos os detalhes do que posteriormente irá aparecer na tela. É nele que estão sinalizadas as falas e onde está a descrição do local, os movimentos e enquadramentos da câmera. Em documentário, também não é diferente. Por mais que muitos ainda relevem o valor do roteiro no documentário, ele é importante para evitar futuras dores de cabeça. O roteiro serve para organizar, para pensar o que fazer antes de fazer, pesquisar a fundo o assunto.

A oficina de roteiro para série documental de curta duração aborda essas questões. “A ideia é discutir a importância e experimentar essa questão de antes de eu sair com uma câmera na mão para gravar, eu minimamente organizar a minha ideia para que ela seja possível de ser gravada de uma maneira mais fácil, de uma maneira que me dê menos problemas tanto na hora de produzir e de gravar quanto na hora de montar”, avalia Paulo Tavares, ministrante da oficina.

Um ponto que chamou a atenção de Paulo foi a quantidade de inscrito: eram 20 vagas e houive 42 pessoas inscritas. Para atender a demanda, foram selecionadas 28 pessoas de diferentes perfis para participar da oficina. “A proposta da oficina é diversificar, é fazer com que não só o pessoal da comunicação, mas também o pessoal das outras áreas que tem interesse pela questão do audiovisual tenham essa experiência de poder pensar, de como organizar uma ideia e transformá-la em um possível roteiro de documentário”, comenta ele.

Durante a oficina é  escolhido um assunto ou tema, e a partir dele é pensado quatro ou cinco abordagens diferentes que caracterizem isso como uma série. O assunto escolhido np dia 13/08 foi o ensino público e, neste sábado (20), será definido as diferentes abordagens do tema e será roteirizado cinco episódios.

Iander Porcella, estudante de Jornalismo, comenta sobre os aprendizados da oficina, destacando o trabalho em equipe. “Estou achando a oficina ótima porque estou tendo uma noção mais profunda do que é o audiovisual, o documentário, e também de que tudo é criado em conjunto. Elencamos temas e debatemos sobre eles, tudo em grupo. Então está sendo muito legal construir um roteiro de documentário com todos que estão participando da oficina”.

Trazendo um olhar de fora da comunicação, o mestrando em Geografia, Édipo Djavan, discute a importância do roteiro, fazendo uma comparação com o âmbito escolar. “Uma aula só flui e acontece se bem estruturada e traçada. Obviamente que nem tudo irá acontecer como o esperado, porém a diretriz básica serve, justamente, para evitar desvios ainda maiores da ideia principal. Para qualquer mídia, que busque também transmitir uma informação de forma didática e objetiva, o roteiro se torna indispensável”.

Realizada no Sobrado Cultural, sede da TV OVO, a oficina é uma contrapartida para a comunidade do projeto Cena Cultural 2016, financiado pela Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria. A carga horária de 12h foi dividida em dois sábados.

Por Nicoli Saft

oficina roteiro documentário

 


Oficina de Roteiro para série documental de curta duração


O segundo semestre de 2016 está batendo na porta e, depois da pequena pausa, voltamos às atividades com toda energia. Nas próximas semanas temos uma proposta de formação imperdível para quem se interessa por audiovisual: a oficina de Roteiro para série documental de curta duração.

A atividade será nos dias 13 e 20 de agosto (sábados), das 9h às 12 e das 14h às 17h, na nossa sede e será ministrada pelo associado Paulo Tavares. A carga horária é de 12 horas e serão disponibilizadas 20 vagas gratuitas.

A oficina é contrapartida do projeto Cena Cultural 2016 que tem o financiamento da Lei de Incentivo á Cultura de Santa Maria. As inscrições podem ser realizadas neste formulário até o dia 11 de agosto (quinta-feira). Os inscritos serão contatos na sexta, dia 12, para confirmação da vaga.

Além de abordar questões básicas na elaboração e escrita de roteiro (assunto, tema e premissa; elementos da narrativa; storyline, sinopse e argumento; ideia audiovisual; criação e desenvolvimento prático de roteiro; formatação de roteiro), a oficina também focará em outras questões, como: objetos, ferramentas audiovisuais, formas de abordagem, tipos de documentários e a busca de elementos que aproximam e harmonizam as diferentes obras, tornando-as possíveis de serem caracterizadas como um série documental.

Não perca!

Oficina de  roteiro para série documental de curta duração

Ministrante: Paulo Tavares
Período: dias 13 e 20 de agosto (das 9h às 12 e das 14h às 17h)
Carga horária: 12 horas
Vagas: 20 (gratuitas)
Local: Sobrado Centro Cultural
Projeto Cena Cultural 2016/ LIC-SM

Por Julia Machado

roteiro

 


Paulo Tavares, da TV OVO, participa do Projeto Alfaiataria Itinerante


O idealizador e um dos coordenadores da TV OVO, Paulo Tavares, está entre os selecionados do Projeto Alfaitaria Itinerante, uma iniciativa da produtora de roteiros Coelho Voador. Os selecionados terão workshops e criarão uma série audiovisual do zero.

Mais do projeto, clique aqui.

A Alfaiataria Itinerante já atua em Porto Alegre, porém, neste ano, executarão o projeto em outras sete cidades do Estado, incluindo Santa Maria.

 

 

 


Planetário de Santa Maria


O programa “Roteiro” está muito interessante e traz nesta primeira edição, o Planetário de Santa Maria. Com um formato diferente e bem descontraído, o vídeo mostra o trajeto percorrido pela equipe da TV OVO. O objetivo é mostrar a você onde fica e como funciona o Planetário.

O Roteiro inicia seu percurso na praça Saldanha Marinho. Com a câmera na mão, a equipe percorrerá a avenida Rio Branco até chegar a parada de ônibus. Da parada embarcamos nesta viagem que tem como trajeto principal a avenida Dores e o bairro Camobi.

Se você quiser saber mais sobre o planetário acesse o vídeo e embarque você também nesta viagem!
Texto: Francieli Jordão

Foto: Paulo Fernando dos Santos Machado (site panorâmio)

[youtube vRjTVYDwKNs nolink