Notícias

bar oreste foi palco de gravação


A equipe da TV OVO esteve hoje na Rua Manoel Ribas para gravar depoimentos de moradores. As histórias vão fazer parte do documentário sobre o bairro Rosário e as gravações seguem na próxima semana.

Há mais de cinquenta anos o casal Oreste e Júlia mora na mesma casa no bairro Rosário. Logo que chegou de São Martinho da Serra, o antigo agricultor montou o bar e armazém que ainda administra ao lado da esposa, que veio de Silveira Martins, na época um distrito de Santa Maria. Os dois acompanharam as modificações do bairro e relataram para a equipe da TV OVO suas vivências pessoais e cotidianas.

São muitas histórias para contar, afinal, são mais de cinquenta anos atendendo clientes no Bar Oreste.


iniciam gravações dos depoimentos no bairro Rosário


Em um dia, como esta terça-feira (16), em que o vento norte, característica de Santa Maria, passou de 100 km/h, iniciaram as gravações dos depoimentos para o documentário do bairro Rosário.

Ao longo dessa e da próxima semana, outros depoimentos irão ser gravados, como o do senhor Armando (na foto acima, sentado), morador do bairro há mais de 55 anos.

Neste ano, também iremos gravar um documentário sobre o bairro Itararé. Ambos fazem parte do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade, aprovado pela Lic municipal neste ano.


Mutirão no bairro do Rosário


Neste sábado, 21 de maio, a partir das 13h30min, a equipe da TV OVO irá percorrer o Bairro do Rosário para fazer imagens e conversar com a vizinhança em busca de histórias de moradores que vivem há bastante tempo no local e/ou que tem histórias para contar sobre a formação do bairro.
Quem quiser compartilhar suas experiências, pode nos abordar na rua ou, às 16h, ir até a praça do Rosário. Estaremos lá, aguardando ansiosamente. Quem não tem história para contar e não conhece quem tenha, pode nos ajudar divulgando a ação.
O mutirão é o primeiro passo da pesquisa de campo que estamos fazendo para produzir um documentário sobre bairro. O doc integra o projeto “Por onde passa a memória da cidade“, que foi aprovado na LIC municipal deste ano.