Notícias

Oficinas trabalham o audiovisual como forma de expressão


Durante o ano de 2011, os oficineiros da TV OVO Marcos Borba, Jonathan de Souza, Neli Mombelli, Lucas Jaques, Juan Pablo Soares, Raudrey Petry e Rodrigo Tranquilo desenvolveram o projeto Olhares da Comunidade. A partir dessa iniciativa, que teve o apoio da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria, a equipe realizou oficinas de produção de vídeo em escolas municipais, com a finalidade de difundir a cultura audiovisual para crianças e adolescentes.

O Olhares da Comunidade começou no início do ano letivo, quando a equipe responsável pela produção entrou em contato com as escolas municipais de ensino fundamental Júlio do Canto, do bairro Camobi, Hylda Vasconcellos, do bairro Campestre do Menino Deus e Castro Alves, da Vila Oliveira. Foram escolhidas localidades em que a TV OVO não havia trabalhado anteriormente, priorizando a descentralização das atividades.

O projeto teve como objetivo fazer com que os jovens tomassem maior consciência das realidades distintas das comunidades onde vivem. Por isso, grande parte das atividades práticas foram na rua, nos arredores da escola. Embora as oficinas funcionassem nas escolas em que os jovens estudam, houve momentos em que eles se encontraram, como na entrega do Troféu Vento Norte na Cesma, premiação recebida pela TV OVO durante o 10° Santa Maria Vídeo e Cinema.

Raudrey dá dicas de operação de câmara durante oficina na E.M.E.F. Hylda Vasconcellos

As oficinas de produção audiovisual são um canal de expressão onde os jovens podem se conhecer, pensar sobre a realidade em que se inserem e dar forma para suas inquietações e opinões por meio do vídeo. Através da apropriação de ferramentas audiovisuais, os jovens passam a ver o vídeo a partir de sua produção e realização, não somente sob o viés do consumo.

Os resultados das atividades são três documentários, um em cada escola, que serão lançados em março deste ano, na nova sede da TV OVO e nos bairros dos oficinandos. Os vídeos foram produzidos pelos próprios oficinandos e retratam as comunidades onde vivem a partir de um olhar peculiar – o deles.

Não perca os lançamentos dos documentários do projeto Olhares da Comunidade. Os filmes serão postados no nosso canal do Youtube após os lançamentos.

Clique nas imagens para ampliar:

Oficineiros Marcos, Jonathan e Lucas - E.M.E.F. Castro Alves

E.M.E.F. Hylda Vasconcellos - Campestre do Menino Deus

Oficinandos da E.M.E.F. Julio do Canto durante gravação de documentário sobre o bairro Camobi


um portal para todos


No dia 13 de maio ocorreu o lançamento do Portal para os Clubes Sociais Negros do Brasil, data em que o Clube Afro-Ferroviário Treze de Maio de Santa Maria completou 108 anos.

A TV OVO esteve presente no lançamento e gravou depoimentos sobre várias temáticas atuais relacionadas ao movimento negro, como música, dança, religião e história.

Confira abaixo e deixe sua opinião:

[youtube zkiQ8g3y9-U]


Uma história de 15 anos


A Oficina de Vídeo TV OVO é um projeto que foi idealizado na Vila Caramelo, na região oeste de Santa Maria.

Tudo começou quando Paulo Tavares, entusiasta do cinema, propôs uma oficina de realização audiovisual em conjunto com a Associação Comunitária da Vila Caramelo. Esse foi o ponto inicial, e a partir de então, 20 oficinas foram realizadas, atingindo um público de mais de 500 jovens de toda a cidade. Entre os objetivos das oficinas está o de fazer com que eles não sejam somente telespectadores, mas sim, protagonistas do relato de suas histórias. O que no princípio tinha apenas a proposta de mostrar a realidade e a cultura das várias comunidades dos jovens santa-marienses, tornou-se um meio de comunicação comunitário.

Durante nossa trajetória, desenvolvemos diversas atividades no campo da cultura e da comunicação. Participamos de cineclubes, realizando exibições itinerantes e discussões sobre o audiovisual; co-produzimos o programa Povo Gaúcho, da TVE-RS; desenvolvemos o projeto TV OVO no Ônibus, no ar há 10 anos e que ganhou o Prêmio Mídia Livre; somos Ponto e Pontão de Cultura por meio de edital do Ministério da Cultura; participamos de coberturas colaborativas; desenvolvemos projetos educacionais; e realizamos documentários que resgatam a memória e a identidade de Santa Maria, o que nos rendeu o prêmio Cultura Viva.

A ideia que envolvia protagonismo juvenil e audiovisual gera frutos – hoje temos 15 anos e uma grande bagagem que forma uma teia de histórias de vida, audiovisual e cultura.

Conheça um pouco mais sobre nossa história:

[youtube 51pTsgxQK0A nolink]


especial: programação do mês de maio – 15 anos TV OVO


O mês de maio está chegando e o nosso aniversário de 15 anos também. Iremos comemorar a data com um mês repleto de atividades envolvendo o mundo do audiovisual, da diversidade cultural e da comunicação comunitária.

Iremos começar o mês com a presença do jornalista formado pela UFSM Marcelo Canellas. A partir de contato estabelecido através da TV OVO, Canellas participará do espaço Livro Livre, atividade da Feira do Livro de Santa Maria, no dia 2 de maio.

De terça, dia 3, até sexta, dia 6, iremos fazer exibições de audiovisuais na frente do Banrisul, na boca da Praça  Saldanha Marinho.

No dia 12 de maio iremos ter espaço na Tribuna Livre, na Câmara de Vereadores de Santa Maria e, a partir das 17h, iremos fazer uma recepção em nossa sede, na Casa de Cultura de Santa Maria.

Para comemorar nossos 15 anos com rock´n´roll, faremos uma festa no sábado, dia 14, na Boate do DCE. A festa é garantida com as bandas santa-marienses Vintage e Rinoceronte. Como sempre, universitários com carteirinha não pagam.

Várias comunidades, como Nonoai e Vila Oliveira, poderão participar de exibições itinerantes de audiovisuais entre os dias 16 e 20 de maio.

E para finalizar, no dia 23 de maio começam as oficinas de produção audiovisual na Escola Castro Alves, na Vila Oliveira. As oficinas irão durar três meses e ocorrerão em mais duas escolas públicas do município.

Confira abaixo mais detalhes sobre a programação especial de 15 anos da TV OVO

O mês de festa é nosso e de todas as comunidades de Santa Maria, então, participe à vontade:


Na sua cidade tem TV Comunitária?


Há quase um ano está sendo realizado um mapeamento das televisões comunitárias no Brasil. O número de TV´s, até o momento, gira em torno de 250 canais, mas apenas 67 estão ocupados. O mapeamento surgiu como uma iniciativa para apresentar o potencial que a comunicação comunitária tem na televisão brasileira. Desde o início do mapeamento, já foram mais de 10 mil exibições em todo o Brasi em diversas regiões.

Ocupar os canais ociosos é colaborar para a democratização da comunicação e da pluralidade de vozes das comunidades. A televisão comunitária está relacionada com o fomento de políticas públicas, além da produção audiovisual brasileira feita de forma independente.

Curioso para saber se há uma televisão comunitária na sua cidade ou região? Clique aqui!


MinC financia leitura nos Pontos de Cultura


Raudrey e Lucas, jovens participantes da Oficina de Vídeo TV OVO, têm acesso a diversas publicações
Foto: Júlia Schnorr

O Ministério da Cultura subsidiou assinaturas anuais de 12 publicações em 7 mil Pontos de Cultura espalhados em todas as regiões do país. Os jovens, assim como aqueles que frequentam o Ponto de Cultura Espelho da Comunidade, terão acesso aos materiais, a fim de despertar o hábito da leitura e disponibilizar conteúdos de qualidade.

A pluralidade de publicações é fundamental para afinar o pensamento crítico e enriquecer o cotidiano Ponto de Cultura, já que muitas das ideias de pautas para o TV OVO no Ônibus (veja algumas das matérias do projeto clicando aqui e aqui) podem surgir ao folhear uma revista ou após comentar uma matéria com algum colega da TV OVO.

As revistas e jornais trabalham com a área da Cultura, Sociedade, Artes, Política e Economia. Confira abaixo a relação das publicações que o Ponto de Cultura irá receber por um ano:

Revistas Brasileiros

Revista Cult

Revista Viração

Revista Rolling Stone

Revista Raça Brasil

Revista Piauí

Revista Carta na Escola

Jornal Rascunho

Revista Fórum

Revista Le Monde Diplomatique Brasil

Revista Caros Amigos

Almanaque Brasil de Cultura Popular

Júlia Schnorr

juliaschnorr@gmail.com