Notícias

TV OVO lança documentário sobre o distrito de Arroio do Só


Neste sábado, dia 13, a TV OVO – Oficina de Vídeo promove mostra de cinema no distrito de Arroio do Só, no CTG Victório Mario, às 19h. Durante a exibição, ocorre o lançamento do documentário sobre o distrito santa-mariense, que tem a direção de Denise Copetti e Neli Mombelli.

O documentário Arroio do Só, gravado durante o mês de julho, retrata a localidade que fica ao leste do município, e que teve seus tempos áureos entre a década de 1930 até 1980, quando ainda passava o trem na comunidade. Atualmente, Arroio do Só vive um período em que busca recuperar-se das mudanças por que passou. No audiovisual, são retratadas as histórias, as pessoas, as lendas que carregam os traços da formação identitária de Santa Maria.

Com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (LIC-SM), o documentário faz parte da quinta edição do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade, da TV OVO.

A mostra no distrito é uma atividade do Ponto de Memória TV OVO, rede que a oficina de vídeo integra desde maio deste ano. Os pontos recuperam e difundem as memórias e os saberes, num movimento de preservação e valorização desse conhecimento.

Além da mostra em Arroio do Só, a TV OVO levará o cinema até Arroio Grande (na Escola Estadual Arroio Grande,RS-511, nesta sexta-feira, dia 12, às 20h), Palma (no Salão Comunitário Santa Terezinha, na Alameda Cândido Brasil Moro, no dia 16, às 20h), e na Boca do Monte (no Sociedade Recreativa Concórdia de Boca do Monte, Rconvite_lançamento_DOC_ArroiodoSoua Euclides da Cunha, 1, no dia 18, às 20h).


Documentário de Jorge Furtado é exibido em Santa Maria


O documentário O Mercado de Notícias, do cineasta gaúcho Jorge Furtado, tem exibição em Santa Maria no dia 9 (terça-feira), no Auditório da Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria (Cesma), às 17h e às 19h.

O ponto de partida do audiovisual é inspirado na peça homônima do século 17, do dramaturgo britânico Ben Jonson, que trata, com humor, a então recente atividade: o jornalismo. O longa traz os depoimentos de treze importantes jornalistas brasileiros sobre o sentido e a prática de sua profissão, as mudanças na maneira de consumir notícias, o futuro do jornalismo e casos recentes da política brasileira, em que a cobertura da imprensa teve papel de grande destaque. Após a 2ª exibição, haverá um debate com jornalistas e convidados. A realização é do curso de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano, com apoio do Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul e da Cesma.

A entrada é franca e os ingressos devem ser retirados entre os dias 3 e 5 de dezembro, nas recepções do Centro Universitário Franciscano, nos seguintes endereços:

- Conjunto I, rua dos Andradas, 1614

- Conjunto III, rua Silva Jardim, 1175

unnamed

O MERCADO DE NOTÍCIAS

Documentário de Jorge Furtado

Dia 9 de dezembro (terça-feira), 17h e 19h30min

Entrada Franca – Ingressos antecipados

Informações sobre o filme em http://www.omercadodenoticias.com.br/

Sinopse:
O Mercado de Notícias, o filme, traça um painel sobre mídia e democracia, incluindo uma breve história da imprensa, desde o seu surgimento, no século 17, até hoje, destacando seu papel na construção da opinião pública, seus interesses políticos e econômicos. O documentário enfatiza dois aspectos destacados na peça de Ben Jonson: o primeiro o debate sobre a credibilidade da notícia, que inevitavelmente contraria e favorece interesses; o segundo é a necessidade constante e crescente de informações, a demanda por notícias que acaba por se tornar entretenimento. Além dos trechos da peça e de pequenos documentários sobre a história do jornalismo, o filme traz entrevistas com treze grandes jornalistas brasileiros. Estas entrevistas, onde os profissionais compartilham suas experiências e percepções acerca da profissão – presente, passado e futuro – estão também disponíveis aqui no site, em versões ampliadas.


Documentários são exibidos nos distritos de Santa Maria


Oficina de Vídeo – TV OVO promove, durante o mês de dezembro, o Cinema nos Distritos. São sessões de cinema em localidades do interior de Santa Maria. As mostras fazem parte das atividades do projeto Ponto de Memória TV OVO, que integra desde maio deste ano a rede nacional promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e Ministério da Cultura.

As sessões cineclubistas são abertas à comunidade e proporcionam debates e reflexões com a comunidade. A ação tem como objetivo ampliar a fruição e a formação de público para os documentários de curta-metragem sobre a memória de Santa Maria-RS, num movimento de manter as ações de memória social que a TV OVO realiza desde 2008 com o projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade.

Serão exibidos os vídeos A Semi-Lua e A EstrelaBenzedores e Conhecedores de Ervas MedicinaisNa Boca do Monte – Conexão Latino-América, entre outros.

Os Pontos de Memória são projetos espalhados pelo país que recuperam e difundem as memórias e os saberes tradicionais, num movimento de preservação e valorização desse conhecimento.

Confira as datas das mostras:

Santa Flora, na Escola Municipal Santa Flora (Estrada Januário Chagas Franco), no dia 28 de novembro (sexta-feira), às 15h

Pains: no Centro Comunitário de Pains (Estrada Pedro Fernandes da Silveira, próximo à Escola Municipal Bernardino Fernandes), no dia 6, às 20h

Passo do Verde: No salão do balneário Passo do Verde, dia 10, às 20h

Arroio Grande: na Escola Estadual Arroio Grande (RS-511), no dia 12, às 20h

Arroio do Só: no CTG Victório Mario, no dia 13, às 19h

Palma: no Salão Comunitário Santa Terezinha (Alameda Cândido Brasil Moro), no dia 16, às 20h

Boca do Monte: no Sociedade Recreativa Concórdia de Boca do Monte (Rua Euclides da Cunha, 1, Boca do Monte), no dia 18, às 20h

 

ponto de memória


Feira do Livro de Caçapava do Sul recebeu ‘A Semi-Lua e a Estrela’


O documentário A Semi-Lua e a Estrela, da TV OVO, foi exibido na Feira do Livro de Caçapava do Sul 2014 no último domingo, dia 18. O audiovisual foi rodado em solo caçapavano em 2013. Cerca de 150 pessoas foram até o Salão Paroquial da cidade para conferir a produção dirigida por Marcos Borba. Após a exibição, os membros da TV OVO presentes na mostra receberam o carinho do público, que mostrou-se satisfeito com o documentário.

-> Clique e confira fotografias da exibição em Caçapava do Sul

A produção

O filme foi gravado entre maio e junho de 2013 e registra o folguedo realizado por diversas gerações e famílias caçapavanas durante a Festa do Divino. O projeto foi financiado pelo Edital Documenta Rio Grande, do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-Audiovisual), da Secretaria Estadual de Cultura (Sedac).

Sinopse

Homens a cavalo empunhando espadas, lanças e pistolas, numa batalha em campo aberto. As cavalhadas são uma representação épica que ultrapassa fronteiras geográficas e temporais e que por muitos anos existiram em diversas cidades do Brasil. O folguedo, que reconta a história da luta entre mouros e cristãos na Europa do século VIII, se reinventa em pleno século XXI em Caçapava do Sul.