Notícias

Cine em Movimento é nosso mais novo projeto aprovado pelo FAC-RS


Mesmo com as dificuldades vivenciadas pela cultura desde a chegada do novo coronavírus, a notícia boa que temos para compartilhar é a de que fomos contemplados pelo FAC Movimento, edital do  Pró-cultura RS – Fundo de Apoio à Cultura. O certame, que teve inscrições abertas até o final do ano passado, estimulou projetos para movimentar a produção cultural do Estado.

Foi a partir disto que apresentamos o Cine em Movimento, projeto que prevê exibições de produções audiovisuais independentes realizadas no Rio Grande do Sul e promove dinâmicas de debate e reflexão. A ideia inicial do projeto submetido é a de percorrermos as cidades de Dilermando de Aguiar, São Martinho da Serra, Itaara, Silveira Martins, Santa Maria e Restinga Seca  com sessões de filmes. Porém, devido ao contexto atual de pandemia, será necessário adaptarmos a proposta de trabalho, buscando manter a essência e modificando a logística do processo de cineclubismo em movimento.

O Cine em Movimento busca fortalecer o movimento cineclubista e a democratização do cinema no interior do Estado. Nosso intuito é lançar um edital para selecionar filmes produzidos no RS e, a partir disso, levá-los para as cidades do interior para formar público,  facilitar o acesso a filmes que nem sempre chegam até essas localidades, além de instigar um olhar crítico e ativo em relação aos filmes, compartilhando vivências e partilhando de experiências, afinal, cinema é identidade. Além da metodologia do cineclubismo, trabalharemos também registrando o projeto em forma de documentário, para que as viagens, os debates e os rostos que encontrarmos no caminho sejam  memória viva do cinema no interior e respaldem em ações de inclusão desses lugares no circuito audiovisual.

Cine em Movimento deverá levar audiovisual para 6 cidades do interior do RS. Foto de Lívia Oliveira

Por Tayná Lopes


Acompanhe nossa nova série: Cartas à Vila Belga


Série “Cartas à Vila Belga” disponível em nosso canal do YouTube, Facebook e IGTV.               Foto: Marcos Borba

É com muito orgulho e alegria que compartilhamos mais três produções audiovisuais inéditas. Sejam bem-vindos (as) às histórias da série Cartas à Vila Belga,  que com cor e imagens em movimento homenageia um dos lugares mais queridos de Santa Maria.

Um conjunto de casas centenárias coloridas recebe uma afetuosa visita. Em tom de carta, moradores e apaixonados pela Vila Belga contam sobre o patrimônio histórico e cultural, resignificam o espaço e eternizam suas lembranças por meio de vídeo-cartas.

A Vila Belga é um conjunto habitacional tombado como patrimônio estadual. Foi construída entre 1901 e 1903 para servir de moradia aos funcionários da companhia belga Compagnie Auxiliare des Chamins de Fer au Brésil, que vieram para cá para construir a ferrovia que corta o Estado. Inaugurada em 1907, hoje, a Vila Belga contabiliza 113 anos de existência.

O projeto audiovisual buscou valorizar esse lugar tão significativo para os santa-marienses e lançou o desafio para três pessoas: cada uma delas teria que escrever uma carta à Vila Belga, contando seus anseios, lembranças, amores, ou o que quer que estivesse na ponta da caneta. Assim, sugiram os episódios Um Pedaço Colorido do Mundo, Memórias Ferroviárias A Vila Belga é Hoje.  As cartas são linhas de afetos e vozes de Myrna Floresta, moradora da Vila Belga e presidente da associação de moradores; Marcelo Canellas, santa-mariense declarado apaixonado pela cidade e jornalista da TV Globo; e Ivan Sccott, ex-ferroviário e também morador do local.

Myrna Floresta diz que se sente privilegiada em poder participar do projeto e ajudar a população a entender o que a Vila Belga representa e que temos o dever de cuidá-la e preservá-la.  “O registro em vídeo é importante demais, pois alcança as pessoas do mundo todo através das redes sociais”, ressalta ela.

A cada sábado lançamos um dos episódios em nossas redes sociais. Você pode acompanhar pelo nosso YouTube, Facebook ou Instagram. Um Pedaço Colorido do Mundo já está disponível. Neste sábado é a vez de Memórias Ferroviárias, e no dia 12/06 você assiste ao episódio A Vila Belga é Hoje. Em breve, os episódios também serão veiculados na TV Câmara, canal 2 da NET e 18.1 no canal aberto.

A série Cartas à Vila Belga é um criação da TV OVO com financiamento do edital do Pró-Cultura/RS FAC Movimento (Fundo de Apoio à Cultura do governo do Estado em parceria com a Prefeitura Municipal de Santa Maria) e visa valorizar esse espaço que é patrimônio histórico, cultural e social gaúcho. Compartilhe este conteúdo e aproveite para inscrever-se no nosso canal do YouTube e acompanhar mais conteúdo audiovisual e novidades como essa, também nos siga no Instagram e curta nossa página no Facebook.

Por Tayná Lopes