Notícias

Estamos registrando histórias de Palma, distrito santa-mariense


Entre as atividades que  temos desenvolvido ao longo do ano, uma deles ganha fôlego neste mês: o documentário sobre o distrito de Palma. Com direção de Denise Copetti, atriz e produtora cultural que integra a TV OVO desde 2007, o filme é uma das suas primeiras experiências na direção. Para contar a história de Palma, a equipe está percorrendo a localidade e registrando festas, depoimentos de moradores e as diferentes atividades lá desenvolvidas. A gravações se intensificam durante o mês de outubro. As histórias ainda estão sendo buscadas, então, se você tem algo que considere importante, entre em contato com com a gente por e-mailfacebook ou telefone (3026 3039).

Dentre o levantamento da pré-produção do documentário realizado até o momento, Denise destaca elementos da história que remonta ao século XIX, com a chegada de um guarda-mor que vem de Portugal e se instala na fazenda de Palma. Ainda, a narrativa do distrito é permeada pela formação do quilombo e pela imigração italiana e carrega na sua a identidade a união dos moradores, característica que fortaleceu a comunidade e permitiu melhorias na comunidade.

Já Helena Moura, recém egressa do curso de Jornalismo, que está responsável pela produção e pelo som direto, comenta sobre a receptividade e acolhimento dos moradores. “A interação com a comunidade sempre é bacana. As pessoas gostam de relembrar momentos e gostam de contar as histórias para alguém que esteja interessado em escutar, ainda mais quando essas histórias vão passar a fazer parte de um documentário”. Por estar na produção, o contato com as pessoas das localidades é mais frequente: “a gente se apega a algumas pessoas porque a gente cria um laço mais forte do que os outros da equipe. A gente liga, conversa, marca entrevista, liga de novo… Aí quando acabam as gravações tu sempre fica lembrando das pessoas… Elas sempre vêm na memória.”, relata Helena.

O documentário sobre o distrito de Palma integra o projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade 2017, que tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria. Além de Palma, neste ano também foi produzido o documentário sobre Santa Flora, que está em fase de pós-produção. Ambos fazem parte da série sobre os distritos. No canal do YouTube da TV OVO é possível assistir aos documentários sobre Arroio do SóBoca do MonteArroio Grande,São Valentim, disponibilizado nesta semana, e Santo Antão, que estará disponível nos próximos dias. Para fechar a série, faltam os distritos de Pains e Passo do Verde, que estão no planejamento para serem produzidos no ano que vem.

Abaixo, na foto, da esquerda para direita: Denise Copetti(direção), Belmira Righi Veduin (moradora da comunidade), Renan Mattos (direção de fotografa), Helena Moura (som direto e produção). Foto de Pedro Piegas, que também faz assistência de fotografia.

Por Neli Mombelli

palma


Boca do Monte nas redes


O documentário Boca do Monte, que foi lançado no primeiro semestre deste ano, está disponível nas redes sociais. A produção faz parte do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade e é financiada pela Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (Lic/SM). O projeto registra as histórias e personagens dos distritos do interior de Santa Maria – RS, entre eles, está Boca do Monte, ou Caa Yura, na língua Tupi-Guarani. O documentário, que foi captado durante o ano passado, conta as histórias da terra que deu origem à Santa Maria, as mudanças nas paisagens trazidas pela trilhos de trem e sobre o cotidiano dos moradores do distrito.

Em 24 minutos, você vai ver e conhecer algumas histórias e personagens do Caa Yura.

Sinopse
Boca do Monte ou Caa Yura, em Tupi-Guarani, é a origem de Santa Maria. Terra de indígenas, lugar de passagem em direção às Missões, campo de litígio entre os impérios português e espanhol. Mais tarde, caminho do progresso pelos trilhos do trem e de quem viajava na maria fumaça e depois nas locomotivas à vapor. Mas não tardaria para que chegassem as taperas. Hoje, chácaras e casas de fim de semana, aos poucos, vão reconfigurando as transformações que o tempo deixa ao passar em direção para o amanhã.
Direção de Neli Mombelli

Por Renan Mattos

Captação de áudio no interior da sede de Boca do Monte

Captação de áudio no interior da sede de Boca do Monte


TV OVO lança documentário sobre o distrito de Arroio do Só


Neste sábado, dia 13, a TV OVO – Oficina de Vídeo promove mostra de cinema no distrito de Arroio do Só, no CTG Victório Mario, às 19h. Durante a exibição, ocorre o lançamento do documentário sobre o distrito santa-mariense, que tem a direção de Denise Copetti e Neli Mombelli.

O documentário Arroio do Só, gravado durante o mês de julho, retrata a localidade que fica ao leste do município, e que teve seus tempos áureos entre a década de 1930 até 1980, quando ainda passava o trem na comunidade. Atualmente, Arroio do Só vive um período em que busca recuperar-se das mudanças por que passou. No audiovisual, são retratadas as histórias, as pessoas, as lendas que carregam os traços da formação identitária de Santa Maria.

Com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (LIC-SM), o documentário faz parte da quinta edição do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade, da TV OVO.

A mostra no distrito é uma atividade do Ponto de Memória TV OVO, rede que a oficina de vídeo integra desde maio deste ano. Os pontos recuperam e difundem as memórias e os saberes, num movimento de preservação e valorização desse conhecimento.

Além da mostra em Arroio do Só, a TV OVO levará o cinema até Arroio Grande (na Escola Estadual Arroio Grande,RS-511, nesta sexta-feira, dia 12, às 20h), Palma (no Salão Comunitário Santa Terezinha, na Alameda Cândido Brasil Moro, no dia 16, às 20h), e na Boca do Monte (no Sociedade Recreativa Concórdia de Boca do Monte, Rconvite_lançamento_DOC_ArroiodoSoua Euclides da Cunha, 1, no dia 18, às 20h).


Documentários são exibidos nos distritos de Santa Maria


Oficina de Vídeo – TV OVO promove, durante o mês de dezembro, o Cinema nos Distritos. São sessões de cinema em localidades do interior de Santa Maria. As mostras fazem parte das atividades do projeto Ponto de Memória TV OVO, que integra desde maio deste ano a rede nacional promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e Ministério da Cultura.

As sessões cineclubistas são abertas à comunidade e proporcionam debates e reflexões com a comunidade. A ação tem como objetivo ampliar a fruição e a formação de público para os documentários de curta-metragem sobre a memória de Santa Maria-RS, num movimento de manter as ações de memória social que a TV OVO realiza desde 2008 com o projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade.

Serão exibidos os vídeos A Semi-Lua e A EstrelaBenzedores e Conhecedores de Ervas MedicinaisNa Boca do Monte – Conexão Latino-América, entre outros.

Os Pontos de Memória são projetos espalhados pelo país que recuperam e difundem as memórias e os saberes tradicionais, num movimento de preservação e valorização desse conhecimento.

Confira as datas das mostras:

Santa Flora, na Escola Municipal Santa Flora (Estrada Januário Chagas Franco), no dia 28 de novembro (sexta-feira), às 15h

Pains: no Centro Comunitário de Pains (Estrada Pedro Fernandes da Silveira, próximo à Escola Municipal Bernardino Fernandes), no dia 6, às 20h

Passo do Verde: No salão do balneário Passo do Verde, dia 10, às 20h

Arroio Grande: na Escola Estadual Arroio Grande (RS-511), no dia 12, às 20h

Arroio do Só: no CTG Victório Mario, no dia 13, às 19h

Palma: no Salão Comunitário Santa Terezinha (Alameda Cândido Brasil Moro), no dia 16, às 20h

Boca do Monte: no Sociedade Recreativa Concórdia de Boca do Monte (Rua Euclides da Cunha, 1, Boca do Monte), no dia 18, às 20h

 

ponto de memória