Notícias

Workshop sobre o som no audiovisual?! Tivemos!


Nos dias 12 e 19 de agosto, realizamos o workshop “o som no audiovisual” no Sobrado Centro Cultural. Ministrado pelo músico e compositor Márcio Echeverria Gomes, a oficina tratou sobre os diferentes contextos em que o som se insere nas produções, mostrando que é preciso ter planejamento e muito zelo aos detalhes para alcançar um resultado sonoro de qualidade.

Na oficina foi possível aprender sobre detalhes teóricos, os equipamentos empregados na captação do som direto, os softwares utilizados para tratamento e mixagem, o poder da trilha sonora como fio condutor da narrativa, entre outras técnicas. O espectador muitas vezes não consegue perceber a complexidade e os pormenores que envolvem o desenho de som. Eventos como o workshop são uma grande oportunidade de ter contato e dialogar com profissionais que trabalham com audiovisual, além de adquirir novos conhecimentos para qualificação.

Márcio Echeverria incentiva a todos a “colocarem a mão na massa” como melhor método de aprendizado.  Pensando nisso, houveram exercícios práticos de foley, em que os participantes deveriam criar efeitos sonoros para um vídeo de animação. Coletivamente, foram gravados sons utilizando objetos que estavam nas redondezas e que os participantes avaliaram oportunos para a tarefa.  Na segunda etapa, depois da gravação, eles deveriam, com auxílio do software que desejassem, sincronizar os efeitos sonoros com o vídeo.

O workshop “O som no audiovisual” foi mais uma atividade do projeto Narrativas em Movimento 2017, que conta com o financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria. Fique ligado em nosso site e redes sociais para as próximas oficinas!

Por Alan Orlando
Foto de Heitor Leal

som no audiovisual


Frequências do Interior será exibido na Mostra Sesc de Cinema, na capital


O documentário Frequências do Interior foi selecionado na Mostra de Cinema - Etapa Estadual e será exibido nesta sexta-feira, 09/06, às 19h, em Porto Alegre.

A mostra iniciou no dia 05 de junho e segue até sexta, na Sala Redenção, Cinema Universitário, Avenida Paulo Gama, 110. São 19 filmes gaúchos: 2 longas e 17 curtas, compreendendo animação, ficção e documentário. A mostra tem premiação para um contrato de licenciamento para exibição pública, além de certificar destaques em categorias como roteiro, filme, direção de fotografia, desenho de som, montagem, direção de arte, entre outros.

Na sexta, além do Frequências do Interior, serão exibidos os filmes às MargensDomésticasDiários Daltônicos Piska. Após a sessão terá bate-papo com os diretores Felipe Diniz (Domésticas), Neli Mombelli (Frequências do interior) e Nelson Brauwers (Piska). Confira a programação completa.

 

Arno Schwerz tem o rádio como companheiro de vida. Foi pela rádio que ele acompanhou a Campanha da Legalidade de Leonel Brizola. Foto: Paulo Tavares

 

 

Veja o trailer do nosso documentário.


Filme “Mulher do Pai” estreia no cinema em Santa Maria


O longa-metragem de ficção, Mulher do Pai, com roteiro e direção da cineasta gaúcha Cristiane Oliveira, será lançado no cinema de Santa Maria e de todo Brasil no dia 22 de junho de 2017. O filme estreou no circuito de festivais em outubro de 2016 no Festival do Rio e recebeu os prêmios de Melhor Direção, Melhor Fotografia e Melhor Atriz Coadjuvante, além do prêmio de melhor longa realizado por diretor estreante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) durante sua exibição na 40º Mostra Internacional de São Paulo.

O filme teve estreia internacional em fevereiro deste ano na Alemanha, durante o Festival de Berlim, um dos maiores e mais importantes eventos de cinema do mundo, e, de lá, seguiu para outros festivais como o Festival de Guadalajara no México; para a Bienal Internacional do Cinema Sonoro em Goiás, onde recebeu os prêmios de Melhor mixagem e Melhor edição de som; e para o Festival Internacional de Cinema do Uruguai, recebendo o prêmio FIPRESCI na Competição Iberoamericana. Mulher do Pai ainda será exibido no Cinema Jove – Festival Internacional de Valencia na Espanha e no Flying Broom International  Women’s Film Festival na Turquia.

A trajetória de Mulher do Pai é um retrato da cinematografia atual produzida no Rio Grande do Sul, que tem cada vez mais ganhado espaço no cenário nacional e internacional com obras que se destacam pela qualidade técnica e artística.

A TV OVO está apoiando a divulgação deste filme por entender que precisamos fomentar a distribuição e a exibição da produção nacional nas mais diversas telas. E uma forma de contribuir para que essa produção se fortaleça é formar público. Então agenda aí: 22 de junho no cinema em Santa Maria.

Por Valdemar Neto

mulher do pai

Sinopse

Filmado em 2015 no interior do Rio Grande do Sul, o filme traz para as telas o trabalho de Marat Descartes e Maria Galant como protagonistas da trama que conta a história de Ruben e Nalu, respectivamente pai e filha. Ele é um homem de 40 anos que ficou cego ainda jovem. Nalu é uma adolescente de 16 anos que está se tornando mulher. Eles precisarão aprender a se relacionar como pai e filha depois da morte de Olga, mãe de Ruben – forte e super protetora, que os criou quase como irmãos. O afeto que surge entre ambos entra em conflito quando Rosario, uma atraente uruguaia ganha espaço na vida de ambos.

 

 

 

Assista ao trailer


Programa Cena Cultural terá exibições na TV Câmara


Neste sábado (26), os episódios dos programas Cena Cultural, produzidos pela TV OVO, vão começar a ser transmitidos na programação da TV Câmara de Santa Maria, no canal 16 da NET. O projeto tem como intuito valorizar as manifestações culturais da cidade e reconhecer a importância da organização dos diferentes agentes culturais do município, de forma a contribuir significativamente para preservar a memória histórica, cultural e patrimonial de Santa Maria.

São dez programas que abordam os segmentos culturais definidos pelo Plano Municipal de Cultura, que serão transmitidos na seguinte ordem: Audiovisual, Cinema e Vídeo; Culturas Populares; Livro e Literatura; Teatro e Circo; Tradição e Folclore; Artesanato; Música; Artes Visuais; Dança; Patrimônio Histórico Artístico e Cultural. Cada episódio traz uma entrevista com um integrante do segmento para expandir a discussão da área.

Em junho, no dia 5, às 20h, vai ter exibição dos episódios do Cena Cultural na Escola Municipal de Artes Eduardo Trevisan (EMAET). O projeto Cena Cultural têm financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (LIC/SM).


Confira a programação na TV Câmara:
Programas inéditos –  Sábados, às 20h
Programas reprises – Domingo, às 20h; terças de noite, após a sessão plenária; quartas, às 11h30min
Sinopses dos episódios por ordem das exibições:


Audiovisual, Cinema e Vídeo

O sonho, a paixão, a dedicação e a batalha dos realizadores audiovisuais santa-marienses para fazer da cidade um polo audiovisual.
Culturas Populares
O viés de coletivos santa-marienses que mostra as expressões populares da cidade em atividades artísticas, educativas, culturais e sociais.
Livro e Literatura
O vídeo destaca a importância da Feira do Livro e conta com a presença de escritores que representam o cenário literário santa-mariense.
Teatro e Circo
A arte da representação acompanha Santa Maria desde que o primeiro apito do trem ecoou nos morros de seus arredores e hoje ela se reinventa em diversos grupos e atores teatrais da cidade.
Tradição e Folclore
Os costumes, os legados e as histórias que perduram entre as gerações. O episódio sobre tradição e folclore aborda a diversidade étnica e cultural em Santa Maria, onde os grupos seguem cultivando as suas raízes para manter viva a essência da cidade.
Artesanato
Seis personagens, que fazem do artesanato local parte importante de suas vidas, contam as diferentes relações que estabelecem com sua produção.
Música
A diversidade de sons e músicos compõe o cenário multifacetado da música em Santa Maria. Entre praças, escolas e ruas podemos ouvir algumas das expressões musicais características da cidade.
Artes Visuais
O processo de descoberta artística dentro da academia, a criatividade e expressão dos quadrinhos, a fotografia como forma de registro e a arte pulsante nas ruas. Esses são alguns pontos que foram abordados no episódio sobre artes visuais em Santa Maria.
Dança
O corpo em transformação, a elegância dos movimentos como uma forma de expressão e de contar uma história. O episódio de dança fala sobre os diferentes grupos e coletivos em Santa Maria que se unem nos ritmos e coreografias.
Patrimônio Histórico Artístico e Cultural
Santa Maria tem a sua história contada e guardada através dos prédios, dos documentos e de elementos culturais. O episódio nos leva a pensar sobre a memória e o patrimônio histórico, artístico e cultural da nossa cidade.

 

Por Pedro Piegas e Heitor Leal

CENA na camara


Estaremos na tela do SMVC, que começa hoje


Após um intervalo de três anos desde a última edição, em 2013, o Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC) retorna em 2017. A edição deste ano foi chamada carinhosamente de 11 e ½, já que antecede a 12ª edição que será no ano que vem e marca o retorno da mostra à cidade com uma proposta diferente. Neste ano não haverá competição e a programação contará com um apanhado das produções ganhadoras do Troféu Vento Norte nesses onze anos de festival.  As atividades começam nesta segunda (22) e se estendem até a próxima quinta (25).

As produções ganhadoras da TV OVO também vão participar dessa programação. Hoje será exibido o curta-metragem Qu4tro Mistérios do Rosário, dirigido por Marcos Borba. A produção ganhou o troféu de melhor curta-metragem da Mostra Santa Maria e Região, em 2013. Na quarta-feira é a vez do filme que faz metáfora entre a vida e o circo “Meninice”, dirigido por Neli Mombelli e Rafael Rigon, que ganhou os prêmios Clayton Renan Coelho de Direitos Humanos e o Troféu Cineclube Lanterninha Aurélio, em 2011.  E, também, do curta-metragem gravado no Uruguai, “El Tufito”, dirigido por Marcos Borba com elenco formado pela equipe da TV OVO, eleito o Melhor Curta pelo júri popular em 2013 e que também recebeu o troféu de melhor edição, para Marcos Borba e Neli Mombelli.

O SMVC 11 e ½, – cujo nome também faz uma brincadeira com a produção do cineasta italiano Federico Fellini, 8 ½ – terá seu encerramento marcado pela entrega do Troféu Vento Norte para os destaques eleitos pelo júri durante essa viagem pelas edições anteriores.  As exibições terão início às 19h no auditório da Cesma (Rua Professor Braga, 55). A entrada é gratuita!

Por Julia Machado

Crédito: Eduardo Ramos, especial Diário de Santa Maria

Troféu Vento Norte de melhor curta e direção recebido por Marcos Borba, da TV OVO. Crédito: Eduardo Ramos, especial Diário de Santa Maria

 


2017 e mais projetos


Chegou o momento de quebrar a casca e contar quais serão os nossos filhotes em 2017 com apoio da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (LIC/SM). Em mais um ano de cultura e memória, desta vez o audiovisual tem como trilha sonora o rock’n roll. Os projetos xodós Por onde passa a memória da cidade e Narrativas em Movimento seguem conosco, com dois documentários de curta-metragem sobre Santa Flora e Palma, distritos de Santa Maria, e a realização de dois Colóquios sobre audiovisual que dão continuidade às discussões de 2016 – as temáticas envolvem a produção audiovisual de séries e seriados para exibição na web e em canais de televisão e o audiovisual aliado à informação. O Narrativas em Movimento também realizará quatro workshops na área e, sem perder o contato direto com a comunidade, terá uma oficina de audiovisual para jovens de escolas públicas pelo período de 10 semanas.

A novidade é o programa piloto do seriado Rock do K7, que numa mistura entre documentário e ficção, visa recuperar e ressignificar a cena roqueira de Santa Maria nos anos 80 e 90. Já avisamos que previmos apenas uma parte dos custos deste projeto pela LIC, então, parcerias serão muito bem-vindas.

Além disso, seremos parceiros no projeto apresentado por Denise Copetti, associada da TV OVO, que obteve aprovação do projeto Documentário FEICOOP: 25 anos de Cultura e Cooperativismo, uma produção audiovisual que busca mostrar a importância da Feira Internacional do Cooperativismo para o intercâmbio de expressões culturais em Santa Maria e para a cultura da economia solidária.

Valores aprovados que estamos captando:

  • Por Onde Passa a Memória da Cidade 2017 – R$ 44 mil
  • Narrativas em Movimento 2017 – R$ 35 mil
  • Rock do K7 – R$ 30 mil
  • Documentário Feicoop – R$ 25 mil

Readequamos os projetos, em função de cortes nos orçamentos, e iniciamos a captação de recursos de pessoas físicas e jurídicas. Se você quiser contribuir com a realização dessas e outras produções – é possível doar até 30% do seu IPTU, ISSQN ou ITVBI – basta colocar seus dados neste link e aguardar o nosso contato, nos ligar (55 3026 3039) ou enviar um “zapzap” (55 99104-9166).

Nós já estamos ansiosos para colocar todos esses projetos no caldo cultural de Santa Maria e ferver o cenário audiovisual da cidade, mas contamos com sua ajuda para que as produções possam ser realizadas na íntegra.

Por Manuela Fantinel

equipe 20 anos