Notícias

TV OVO no Itararé


Na segunda-feira, dia 4 de dezembro, às 21h, a TV OVO irá realizar uma exibição na Escola Walter Jobim com produções próprias, especialmente as do projeto ”Por Onde Passa a Memória da Cidade”. No dia 7, sexta-feira, a partir das 18h iremos gravar depoimentos de moradores, também lá na Walter Jobim. Convidamos a comunidade para ir lá, contar suas histórias e relembrar alguns causos.

O projeto ”Por onde passa a memória da cidade” é financiado pela LIC-SM/2012.


TV OVO no Aldeia Sesc


Amanhã a TV OVO irá realizar duas sessões cineclubistas na Escola Tancredo Neves, o ”Tancredinho”.  A atividade faz parte do Aldeia Sesc, programação cultural que acontece do dia 16 ao 21 de outubro.

Confira a Agenda do Aldeia Sesc clicando aqui.

TV OVO NA ESCOLA

Local: Colégio Tancredo Neves

Horário: 10h e 15h

Mostra Audiovisual


Atividade Cineclubista


Os próximos dias serão agitados para as pessoas que se interessam por  cineclubismo em Santa Maria. Nos dias 27 e 28 de junho ocorre o Seminário Cineclubismo, Cinema e Educação e nos dias 2 e 3 de julho ocorre em Santa Maria a Pré-Jornada Nacional de Cineclubes Brasileiros. Ambas atividades ocorrem no Hotel Morotin, no centro da cidade. As atividades são uma iniciativa do Conselho Nacional de Cineclubes e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Maria.


Atividade nacional de cineclubismo em Santa Maria


Imagem inline 1O Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros realiza o Seminário: Cineclubismo, Cinema e Educação e a Pré-Jornada Nacional de Cineclubes Brasileiros, em Santa Maria nos dias 27 e 28 de junho. A atividade reunirá professores, estudantes, cineclubistas, diretores de cinema, produtores culturais, e demais interessados para discutir a utilização do cinema como ferramenta educacional.

Confira abaixo a programação:

Data: 27 de junho – quarta-feira

1º turno – manhã das 9h às 12h

2º turno – tarde das 14h às 17h

Data: 28 de junho – quinta-feira

1º turno – manhã das 9h às 12h

2º turno – tarde das 14h às 17h

Local:

Hotel Morotin

R. Angelo Uglione, 1629 / Centro

Entrada Franca

Confira, também, a programação Pré-Jornada Nacional de Cineclubes Brasileiros

A Pré-Jornada Nacional de Cineclubes será realizada em 02 e 03 de julho, em Santa Maria, RS. A atividade marca a reunião da diretoria e do Conselho de Representantes do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC), que visa analisar, avaliar e fiscalizar as ações e atividades da atual diretoria e definir as próximas ações/políticas a serem propostas ao movimento cineclubista.

Esta reunião objetiva, dar prosseguimento à organização e discutir o temário da 29º JORNADA NACIONAL DE CINECLUBES que ocorrerá no final de 2012, na Bahia.

Cronograma:

Data: 02 de julho – segunda-feira

Reunião da Diretoria do CNC/Conselho de Representantes

Manhã: das 9h às 12h

Tarde: das 14h às 19h

Data: 03 de julho – terça-feira

Reunião da diretoria do CNC/Conselho de Representantes

Manhã: das 9h às 12h

Tarde: das 14h às 19h

Local:

Hotel Morotin

R. Angelo Uglione, 1629 / Centro

Entrada Franca

Lembramos que todas as atividades terão transmissão pela web pela TV OVO.

INICIATIVA: Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros – CNC

PROPONENTE: Prefeitura Municipal de Santa Maria / Secretaria da Cultura

INCENTIVO: Secretaria do Audiovisual / Fundo Nacional de Cultura

Post elaborado com informações da Assessoria.


O homem que virou suco: um filme nascido do cinema de rua


Neste sábado, 12 de maio, as 22:00,  a TV Campus da UFSM (Canal 15 da Net) exibirá “O Homem que virou suco” de João Batista de Andrade (com reprise no domingo as 17h)


O Homem que virou suco (90 min., 1980) foi vencedor de vários festivais (Festival Internacional de Moscou, Festival de Gramado, Festival de Brasília e de Huelva, Espanha), tendo sempre destaque o trabalho de direção, o roteiro e o ator.

O filme foi lançado no circuito cineclubista, sendo parte do Cinema de Rua. Nele, Batista realizou pequenos filmes temáticos– sobre segurança no trabalho, a questão dos migrantes e dos transportes. Esses filmes foram exibidos em todo o Brasil com apoio da sociedade civil. A experiência se consolidou com a Dina Filmes, distribuidora do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC), que mais tarde teve importante papel na distribuição de filmes ligados ao movimento operário do ABC, como Greve, outro filme do mesmo diretor.

O Homem QueVirou Suco, no entanto, foi a primeira experiência com longa-metragem. Essa experiência do cineclubismo brasileiro foi uma das maiores e mais interessantes tentativas de superar o oligopólio da distribuição e exibição de filmes no Brasil, cujas salas são formatas  para exibir um único tipo de filme excluindo o cinema brasileiro de apelo popular.

O interessante no cinema de João Batista de Andrade  é  que  o  cineasta  nunca  confundiu  público com mercado. Por isso, apesar de sua vontade em dialogar com o público e fazer um cinema popular, Batista nunca o submeteu ao absolutismo das regras únicas do mercado, que tentam naturalizar a situação atual desse segmento,como se essa fosse a única alternativa comercial realista para os filmes produzidos. Para Batista, as regras do mercado são limites com os quais seus filmes dialogam e não cadeias às quais ele deve estar submetido. Batista entendeu que um filme diferenciado pode e deve encontrar seu próprio público e conquistar seu próprio mercado. Uma das coisas mais interessante em O Homem Que Virou Suco é que o sucesso do filme  não veio apenas do circuito tradicional de salas \e sim do circuito alternativo. Esse filme é a prova de que bons filmes devem procurar seu próprio público e não se submeter ao padrão atual de público das salas de cinema.

Texto enviado pelo cineclubista Gilvan Dockhorn

Sinopse:

Deraldo (José Dumont) , poeta popular recém-chegado do Nordeste a São Paulo, sobrevivendo de suas poesias e folhetos é confundido com o operário de uma multinacional que mata o patrão na festa que recebe o título de operário símbolo. O filme aborda a resistência do poeta diante de uma sociedade opressora, esmagando o homem dia-a-dia, eliminando suas raízes.


Serviço:
O Homem Que Virou Suco (1980, 90 min.)
Dir.: João Batista de Andrade
TV Campus/UFSM
Sábado  22h
Domingo 17h


Pelo olhar argentino


Começa amanhã o ciclo de cinema promovido pelo curso de História da Universidade Federal de Santa Maria. A iniciativa acontece há seis anos e nesta edição traz o cinema argentino como tema. Os filmes exibidos serão “Patagônia rebelde“, “Martin Fierro“, “Mafalda“, “Panelaço: a rebelião argentina“, “Crônica de uma fuga” e “O segredo dos seus olhos“. Após a exibição comentaristas relacionam o filme com seu contexto histórico. Os ciclos ocorrem na sala 2173 do prédio 74 do campus da UFSM sempre às 19h e tem entrada gratuita.

O quê? XXXI Ciclo de Cinema Histórico: Pelo Olhar Argentino

Onde? Sala 2173, Prédio 74 – em frente ao planetário, CCSH Campus da UFSM

Horário? 19 hs

Quanto? Gratuito

CLIQUE PARA AMPLIAR

Nos siga no Twitter e curte nossa página no Facebook.