Notícias

Trailer e lançamento do documentário Frequências do Interior


As ondas do rádio que se propagam no interior do Norte gaúcho levam informação, música, companhia e também a esperança de encontrar o amor da vida. Sintonizados no mesmo dial aos sábados à tarde, os ouvintes buscam corações que batem na mesma frequência.

É a forte presença do rádio na vida das pessoas que levou a equipe da TV OVO a registrar histórias nas cidades de Carazinho, Sarandi e Almirante Tamandaré do Sul. Com direção de Neli Mombelli, Frequências do Interior mostra que mesmo na era da internet, o rádio tem seu lugar cativo.

Em Santa Maria, o lançamento  do documentário será às 19 horas do dia 20 de agosto, no Salão de Atos da Antiga SUCV.

Já no final de semana dos dias 29 e 30, o filme será exibido respectivamente no Pavilhão da Comunidade de Segredo, em Almirante Tamandaré do Sul, e no Pavilhão da Comunidade de Linha Acampamento, em Sarandi, ambas sessões com início às 19h30.

O projeto tem financiamento do edital do Fundo de Apoio a Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, selecionado no edital número 16 de 2013 – RS Pólo Audiovisual – Histórias do Sul.

Veja o trailer.

Para saber mais, veja nosso post sobre a fase de produção.
Frequências do Interior


Frequências do Interior: novo documentário aprovado pelo Fac está em pré-produção


Ouvir uma música ou saber o que acontece na sua cidade pelo rádio. Todo mundo já deve ter feito isso pelo menos uma vez na vida. Mesmo que outros veículos e novas plataformas tenham assumido um papel importante na busca de informação e até mesmo na intermediação de relações sociais, há locais em que o rádio ainda é o principal meio de comunicação. Mais do que isso, ele é companheiro e também faz corações baterem forte.

São essas as histórias que a TV OVO busca registrar no documentário Frequências do Interior, aprovado no edital RS Pólo Audiovisual – Histórias do Sul, do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) da Secretaria do Estado da Cultura.

O filme será gravado no Norte do Estado, nas cidades de Carazinho, Almirante Tamandaré do Sul e Sarandi. A ideia do projeto surgiu no ano passado, quando a equipe ouviu o quadro Cantinho do Amor do programa radiofônico Festa do Interior, transmitido pela emissora Gazeta AM 670, de Carazinho. Há três anos, o quadro, que tem apresentação de Vilson Kolling, promove encontros entre ouvintes que buscam um(a) companheiro(a). Por meio do rádio, diversas pessoas já se encontraram naquela região.

Em fase de pré-produção, a equipe da TV OVO acompanhou a transmissão ao vivo do programa no último sábado (21/03) e foi em busca de histórias para contar. Entre os entrevistados estão um casal de aposentados que se encontraram por intermédio do programa e há três anos moram juntos. A equipe também conversou com Davi e Dalva Jacomelli, que, há mais de cinco décadas, tem o rádio como fonte de informação diária durante suas lidas na zona rural de Almirante Tamandaré do Sul. As gravações começam no próximo final de semana.

_web

Davi e Dalva Jacomelli relembram programas radiofônicos de antigamente.

frequencias web


TV OVO gravará documentário em Carazinho


As ondas do rádio batem forte no coração, e a TV OVO vai até ao norte do Estado para registrar isso. O projeto Frequências do Interior, que será transformado em documentário, foi aprovado no edital Rio Grande do Sul Pólo Audiovisual – Histórias do Sul, da Secretaria de Estado da Cultura. A homologação com o resultado definitivo foi publicada nesta terça-feira, 1º de julho, no Diário Oficial do Estado. Serão R$ 42 mil destinados à produção.

A partir do segundo semestre, a TV OVO pega a estrada até o município de Carazinho (RS) para produzir o documentário Frequências do Interior, que terá duração de 26 minutos. O tema do audiovisual será o quadro radiofônico Cantinho do Amor, da emissora Gazeta AM 670, que, há três anos, promove encontros entre ouvintes que buscam um(a) companheiro(a). Por meio do rádio, diversas pessoas já se encontraram naquela região. Em alguns casos, ouvintes até já vivem juntos e se dizem felizes, graças ao Cantinho do Amor.

- O bacana desse doc. é mostrar a força que o rádio ainda tem no interior e também registrar aspectos da cultura do norte do Estado, pois não há muitas produções audiovisuais, pelo menos que eu tenha conhecimento, que contemplem essa região – comenta Neli Mombelli, que dirigirá o documentário ao lado de Marcos Borba (ambos da TV OVO).