Notícias

Feira do Livro de Caçapava do Sul recebeu ‘A Semi-Lua e a Estrela’


O documentário A Semi-Lua e a Estrela, da TV OVO, foi exibido na Feira do Livro de Caçapava do Sul 2014 no último domingo, dia 18. O audiovisual foi rodado em solo caçapavano em 2013. Cerca de 150 pessoas foram até o Salão Paroquial da cidade para conferir a produção dirigida por Marcos Borba. Após a exibição, os membros da TV OVO presentes na mostra receberam o carinho do público, que mostrou-se satisfeito com o documentário.

-> Clique e confira fotografias da exibição em Caçapava do Sul

A produção

O filme foi gravado entre maio e junho de 2013 e registra o folguedo realizado por diversas gerações e famílias caçapavanas durante a Festa do Divino. O projeto foi financiado pelo Edital Documenta Rio Grande, do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-Audiovisual), da Secretaria Estadual de Cultura (Sedac).

Sinopse

Homens a cavalo empunhando espadas, lanças e pistolas, numa batalha em campo aberto. As cavalhadas são uma representação épica que ultrapassa fronteiras geográficas e temporais e que por muitos anos existiram em diversas cidades do Brasil. O folguedo, que reconta a história da luta entre mouros e cristãos na Europa do século VIII, se reinventa em pleno século XXI em Caçapava do Sul.


TV OVO na Feira do Livro e na TVE-RS


Nesta terça-feira, 29 de abril, o documentário A Semi-lua e a Estrela, que retrata a história da corrida de cavalhadas de Caçapava do Sul, será exibido na programação da TVE-RS, às 20h, com reprise no sábado, 03/05, às 23h30.

Já na quinta, 01/05, o documentário será lançado na programação da Feira do Livro de Santa Maria, no Livro Livre, às 19h. Após a exibição, haverá bate-papo com a equipe do filme.marcio_gravação cavalhadasmarcio_gravação cavalhadasmarcio_gravação cavalhadas

E dia 18 de maio, a Semi-lua e a Estrela retorna à Caçapava do Sul para ser exibido na programação da Feira do Livro da cidade, às 19h40.

Gravação do depoimento de Francisco Élvio Lopes Fernandes, ex-corredor de cavalhadas

Gravação do depoimento de Francisco Élvio Lopes Fernandes, ex-corredor de cavalhadas

O filme foi gravado entre maio e junho de 2013 e registra o folguedo realizado por diversas gerações e famílias caçapavanas durante a Festa do Divino. O projeto é uma realização da TV OVO, tem direção de Marcos Borba e foi financiado pelo Edital Documenta Rio Grande, do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-Audiovisual), da Secretaria Estadual de Cultura (Sedac). As produções deste edital estão sendo exibidas na TVE-RS. Mais informações em nosso site

Sinopse
Homens a cavalo empunhando espadas, lanças e pistolas, numa batalha em campo aberto. As cavalhadas são uma representação épica que ultrapassa fronteiras geográficas e temporais e que por muitos anos existiram em diversas cidades do Brasil. O folguedo, que reconta a história da luta entre mouros e cristãos na Europa do século VIII, se reinventa em pleno século XXI em Caçapava do Sul.


TVE exibe a Semi-lua e a Estrela dia 29 de abril


De 22 de abril a 06 de junho, a TVE exibirá as produções aprovadas pelo edital  Rio Grande do Sul Polo Audiovisual – Fundo de Apoio à Cultura, lançado em 2012 pelo governo do RS. O documentário a Semi-lua e a Estrela, produzido pela TV OVO, será exibido no dia 29 de abril, terça-feira, às 20h. Ao todo serão exibidos 12 documentários inéditos, aprovados na categoria Documenta Rio Grande, e quatro minisséries, também inéditas, integrantes da categoria Histórias do Sul. Todas as produções são de realizadores gaúchos.

A diversidade de temas também revela a variedade de locações onde foram realizadas as produções: Caçapava do Sul, Farroupilha, Santa Cruz, Osório, Nova Bréscia, Chuí, Jaguarão, Aceguá, Santana do Livramento, Quaraí, Artigas, Rivera, Rio Branco, Barra do Quaraí, Bella Unión, Araricá, Bom Princípio, Sapiranga e Presidente Lucena.

Confira a grade de programação que vai ao ar de terça a sexta-feira, às 20h, com reprises nos sábados, às 22h30 e 00h, e aos domingos, às 15h30 e às 16h. A ficha completa e a sinopse de cada produção podem ser acessadas aqui.

  • Documentários

Nervo Óptico – Procura-se um Novo Olho
22 de abril – 3ª.feira 20h (reprise sábado 23h30)

A Linha Imaginária
23 de abril – 4ª.feira 20h (reprise sábado 00h)

Os Churrasqueiros de Nova Bréscia
24 de abril – 5ª.feira 20h (reprise domingo 15h30)

O poder entre as grades: a história do crime organizado no sul do Brasil
25 de abril – 6ª.feira 20h (reprise domingo 16h)

A Semi-lua e a Estrela
29 de abril – 3ª.feira 20h (reprise sábado 23h30)

Doble | Chapa
30 de abril – 4ª.feira 20h (reprise sábado 00h)

Os 100 anos do Grupo Escoteiro Georg Black
1º de maio – 5a.feira 20h (reprise domingo 15h30)

Raízes do Teatro
2 de maio – 6a.feira 20 h (reprise domingo 16h)

Land Schaffen
6 de maio – 3a.feira 20h (reprise sábado 23h30)

Araucária: de braços erguidos para o céu
7 de maio – 4a.feira 20h (reprise sábado 00h)

Por onde passeiam tempos mortos
8 de maio – 5a.feira 20h (reprise domingo 15h30)

Pérola Negra: 90 anos de História da Sociedade União
9 de maio – 6a.feira 20h (reprise domingo 16h)

  • Minisséries

Bocheiros
13 de maio, 3a.feira, 20h, Episódio 1 (reprise sábado 23h30)
14 de maio, 4a.feira, 20h, Episódio 2 (reprise sábado 00h)
15 de maio, 5a.feira, 20h, Episódio 3 (reprise domingo 15h30)
16 de maio, 6a.feira, 20h, Episódio 4 (reprise domingo 16h)

Porto Alegre 100 anos de Música
20 de maio, 3a.feira, 20h, Episódio 1 (reprise sábado 23h30)
21 de maio, 4a.feira, 20h, Episódio 2 (reprise sábado 00h)
22 de maio, 5a.feira, 20h, Episódio 3 (reprise domingo 15h30)
23 de maio, 6a.feira, 20h, Episódio 4 (reprise domingo 16h)

Partiu?!
27 de maio, 3a.feira, 20h, Episódio 1 (reprise sábado 23h30)
28 de maio, 4a.feira, 20h, Episódio 2 (reprise sábado 00h)
29 de maio, 5a.feira, 20h, Episódio 3 (reprise domingo 15h30)
30 de maio, 6a.feira, 20h, Episódio 4 (reprise domingo 16h)

Ocidentes
3 de junho, 3a.feira, 20h, Episódio 1 (reprise sábado 23h30)
4 de junho, 4a.feira, 20h, Episódio 2 (reprise sábado 00h)
5 de junho, 5a.feira, 20h, Episódio 3 (reprise domingo 15h30)
6 de junho, 6a.feira, 20h, Episódio 4 (reprise domingo 16h)
 

Fonte: TVE

 

 

 

 

 


Pré-lançamento do documentário sobre as corridas de cavalhadas em Caçapava do Sul


A TV OVO, juntamente com o Ponto de Cultura CTG Clareira da Mata, convida para o pré-lançamento do documentário A Semi-lua e a Estrela, dia 16 de março, às 20h30, no Largo Farroupilha, em frente a Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção, na rua XV de novembro, em Caçapava do Sul.

O documentário, que tem direção de Marcos Borba e é realizado pela TV OVO, foi gravado entre maio e junho de 2013, e registra a corrida de cavalhadas realizada por diversas gerações e famílias caçapavanas durante a Festa do Divino.

O filme é financiado pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC-audiovisual), da Secretaria Estadual de Cultura (Sedac).

Sinopse – A Semi-lua e a Estrela
Homens a cavalo empunhando espadas, lanças e pistolas, numa batalha em campo aberto. As cavalhadas são uma representação épica que ultrapassa fronteiras geográficas e temporais e que por muitos anos existiram em diversas cidades do Brasil. O folguedo, que reconta a história da luta entre mouros e cristãos na Europa do século VIII, se reinventa em pleno século XXI em Caçapava do Sul.

Veja o trailer

[youtube w2oqPnYR03w nolink]


Confira o trailer do documentário a Semi-lua e a Estrela


Um ano de produção, mais de 50 pessoas envolvidas, profissionais de três cidades – Caçapava do Sul, Santa Maria e Porto Alegre, doze tratamentos até a versão final do documentário, histórias, crenças, paixões, vidas… Assim se resume a realização do documentário A Semi-lua e a Estrela, que recupera a memória da corrida de cavalhadas, que há sete anos não ocorria em Caçapava do Sul. Um filme não apenas para falar das tradições, mas também para fazer história e reavivar a encenação do folguedo. A luta entre mouros e cristãos. A Semi-lua e a Estrela.marcio_gravação cavalhadasmarcio_gravação cavalhadas

Gravado entre maio e junho de 2013, o filme A Semi-lua e a Estrela é financiado pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC-audiovisual), da Secretaria Estadual de Cultura (Sedac),  e é uma realização da TV OVO, com direção de Marcos Borba.

O pré-lançamento será realizado em março em Santa Maria e em Caçapava do Sul, em datas ainda a serem divulgadas. Entre março e maio deste ano ele será exibido na programação da TVE/RS, juntamente com os demais documentários aprovados no mesmo edital, na categoria Documenta Rio Grande.

Sinopse
Homens a cavalo empunhando espadas, lanças e pistolas, numa batalha em campo aberto. As cavalhadas são uma representação épica que ultrapassa fronteiras geográficas e temporais e que por muitos anos existiram em diversas cidades do Brasil. O folguedo, que reconta a história da luta entre mouros e cristãos durante as cruzadas de Carlos Magno na Europa do século VIII, se reinventa em pleno século XXI em Caçapava do Sul.

[youtube w2oqPnYR03w nolink]


TV OVO grava documentário sobre as cavalhadas de Caçapava do Sul


Homens a cavalo empunhando suas espadas, lanças e armas, numa batalha em campo aberto. Um folguedo que reconta a história da luta entre mouros e cristãos durante as cruzadas de Carlos Magno na França do século VIII. As cavalhadas são uma representação épica que ultrapassa fronteiras geográficas e temporais e que por muitos anos existiram em diversas cidades do país.

Neste domingo, dia 17, elas voltam a ser realizadas no Forte Dom Pedro II em Caçapava do Sul. Desativada há seis anos, a corrida de cavalhadas será encenada novamente para a gravação do documentário A semi-lua e a Estrela, coordenado pela TV OVO.

Pessoas que participavam das cavalhadas serão entrevistadas para registrar a memória das corridas durante a sexta-feira, 17, e o sábado, 18. As entrevistas são uma forma de mostrar como um folguedo, que atravessa mais de um milênio, se transforma e incorpora outras características, conforme o tempo em que é representado, demarcando aspectos sociais da sociedade que o vivencia.

Rafel Rigon e Maurício Stock durante as gravações da novena do Divino. Foto: Maurício Canterle

A produção do documentário iniciou no mês de março. Diversos registros de imagens em movimento e fotografias antigas foram articulados para construir a memória das cavalhadas. As gravações começaram no último final de semana, 12 de maio, quando parte da equipe gravou cenas da novena do Divino, momento em que os cavaleiros com suas vestes tradicionais recebem a comunidade na Igreja. Isso porque a corrida de cavalhadas é ligada à Festa do Divino.

O filme é um projeto aprovado via edital pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC) do governo do Rio Grande do Sul. A Semi-lua e a Estrela, marcas dos mouros e cristãos, terá 26 minutos e conta com um recurso de 40 mil reais para a sua realização. A produção do documentário está mobilizando mais de 50 pessoas entre corredores, produção local e equipe técnica.

Na produção local destacamos o trabalho do Ponto de Cultura Encontro com a Cultura Gaúcha, representado por Vanda Sitó e Carla Rezera Dotto, além de pessoas da comunidade que têm auxiliado nos preparativos para a corrida de cavalhadas que será realizada no domingo, 19, às 13h30 no Forte Dom Pedro II.