Notícias

Com cultura e debate, TV OVO se despede do projeto “Narrativas em Movimento”


Na quarta-feira, 24 de agosto, às 19h, o Auditório João Miguel de Souza, na CESMA, foi sede do terceiro colóquio e último evento do projeto “Narrativas em Movimento”, realizado pela TV OVO com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria. O “Colóquio de comunicação e cultura: política cultural e desentendimento” teve apoio do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Midiática da UFSM, do curso de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano e do Observatório Missioneiro de Atividades Criativas e Culturais (Omicult).

O doutor em Comunicação e Culturas Contemporâneas e professor de Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará, Alexandre Barbalho, foi o convidado pela TV OVO para refletir e debater sobre a cultura e a política cultural na contemporaneidade. A conversa contou com a mediação do Prof. Dr. Cássio dos Santos Tomain (POSCOM-UFSM) e do integrante da TV OVO Marcos Borba. Mais de cem pessoas de diversos âmbitos culturais e estudantis participaram do evento, que suscitou a reflexão sobre os papéis exercidos pelas movimentações culturais, abrangendo as áreas econômicas e sociais.

Com base no pensamento do filósofo Jaques Rancière, Barbalho criticou a vampirização e a cafetinagem da cultura pela lógica do mercado e do social. O professor também ressaltou que o interesse em uma política cultural pede que sejam deslocados os padrões e sejam vistas as manifestações e os movimentos culturais que antes não eram vistos. A temática e seus gargalos no envolvimento dos diferentes movimentos culturais existentes e atuantes no Brasil, motivou a jornalista Marina Martinuzzi, 24 anos, a presenciar o discussão para esclarecer seus pensamentos frente ao tema: “Eu acredito que esse debate sobre desentendimento fala muito sobre as inquietações atuais. O Alexandre trouxe pontos da questão estrutural da cultura, como ela precisa ser entendida e como precisam ser preservados os movimentos de resistência”. Marina atua em alguns coletivos da cidade e valoriza a ideia de que os jovens estão ocupando a política por vias cada vez mais democráticas. “Vejo na fala dele que, enquanto que os movimentos passados traziam o conceito de igualdade, hoje o grande conceito é o legado da representatividade; a igualdade na diferença”, observa a jornalista.

Os eventos que integraram o projeto Narrativas em Movimento, fizeram parte das atividades dos 20 anos da TV OVO, completados em maio deste ano. Os três colóquios realizados visaram fomentar a discussão sobre temas diversos que fazem parte do cotidiano. Por meio da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria, a TV OVO se propôs a trazer nomes que atuam principalmente nas áreas da comunicação social e audiovisual.

Confira abaixo a entrevista que Barbalho concedeu a TV OVO, falando sobre os temas abordados durante o colóquio. Além das temáticas que compuseram sua fala, o pensador comentou sobre o poder do audiovisual como elemento fundamental para a afirmação e disseminação cultural.

https://www.youtube.com/watch?v=pApO_3f5G4o

Texto: Acadêmica de Jornalismo Manuela Fantinel

Fotos: Renan Mattos

Colóquio Comunicação e Cultura


Comunicação e cultura em debate no Narrativas em Movimento


Qual o papel das políticas públicas para a cultura? Qual a relação entre o peso do fomento para a produção cultural e para a inclusão social promovida por esses projetos? Até que ponto existe uma independência ou uma interdependência entre o social e o econômico nas iniciativas de cultura da sociedade contemporânea. Essas e outras questões estarão presentes no Colóquio Comunicação e Cultura: Política Cultural e desentendimento, na próxima quarta-feira, dia 24/08, às 19 horas, no Auditório João Miguel de Souza, na Cesma, na rua Professor Braga, nº 55.

O Colóquio terá a presença de Alexandre Barbalho, professor de políticas públicas da Universidade Estadual do Ceará. Doutor em Comunicação e Culturas Contemporâneas, Barbalho é autor de diversos livros da área. Seu último trabalho, Política cultural e desentendimento, apresenta uma crítica à política cultural contemporânea com base no pensamento do filósofo Jaques Rancière. Também participarão do debate o coordenador da Pós-Graduação em Comunicação da UFSM, professor doutor Cássio dos Santos Tomaim, e Marcos Borba, integrante da TV OVO e pesquisador do tema.

A entrada é gratuita. Quem quiser participar deverá se inscrever neste formulário. A lotação do auditório é de 200 pessoas. Os certificados de participação serão enviados por e-mail.

O projeto Narrativas em Movimento é uma realização da TV OVO com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria e apoio do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Midiática da UFSM, do curso de Jornalismo da Unifra e do Observatório Missioneiro de Atividades Criativas e Culturais (Omicult). Este é o terceiro colóquio de 2016. Em abril, o projeto discutiu o cenário audiovisual no Rio Grande do Sul e, em maio, abordou o jornalismo na era da internet.

colóquio