Notícias

TV OVO divulga trailer do curta Poeira


trailer do curta Poeira está na rede. O filme é uma das três produções que recebeu o 12° Prêmio Iecine no ano passado. A produção, que acaba de ser finalizada, será lançada no dia 03 de agosto, na sessão do Cineclube Lanterninha Aurélio, no Auditório da Cesma, às 18h.

Poeira tem a direção de Paulo Tavares e o seu roteiro foi produzido em parceria com mais duas colegas, Olívia Janot e Alice Alfinito, quando estavam no curso de direção e de montagem cinematográfica na Escola Darcy Ribeiro, no Rio de Janeiro. A pesquisa para a história iniciou há sete anos, quando Tavares conheceu um cemitério em ruínas, com lápides entalhadas, em meio a um campo em Toropi. O curta foi rodado próximo ao local de onde originou a ideia, na localidade de Santo Inácio.

O curta conta a história de Ernesto (Joel Cambraia), o último artesão de lápides da região, que depois de dedicar-se anos ao seu ofício solitário, revive a esperança de perpetuar a profissão com o novo ajudante, o aprendiz José (Victor Dutra).

Além de Joel Cambraia, ator santa-mariense, o elenco conta com Denise Copetti, atriz e produtora cultural, e tem a participação especial de Paulo Saldanha, ator da cidade que já fez vários trabalhos em telenovelas de rede nacional. Victor Dutra e Ana Maria Medeiros são estreantes, selecionados a partir do teste elenco realizado em março de 2014.

Foram oito dias de gravações no interior de Toropi envolvendo cerca de 30 profissionais na equipe, todos santa-marienses e muitos com alguma ligação com os 19 anos de TV OVO. Entre eles estão Rafael Rigon e Alexsandro Pedrollo, que assinam a direção de fotografia; Neli Mombelli, que fez a direção de produção; Marcos Borba, que foi assistente de direção e produtor executivo; Paulo Henrique Teixeira, que fez direção de arte; e Márcio Gomes Echeverría, responsável pela trilha sonora e desenho de som.

Além do lançamento oficial em Santa AMria, Poeira será exibido em Santo Inácio dia 15 de agosto, às 20h, e em duas sessões no dia 25, às 10h30 e às 14h, para alunos do município no Centro Cultural de Toropi.

Joel Cambraia interpreta Seu Ernesto.


Começam os ensaios para o curta-metragem Poeira


A sede da TV OVO recebeu a primeira reunião de elenco do curta-metragem Poeira, nessa terça-feira, dia 27. Os atores do filme, Joel Cambraia, Ana Maria Medina, Nélio Costa, Denise Copetti, e Victor Dutra, se reuniram com os diretores, Paulo Tavares e Paulo Teixeira, para fazer a leitura do roteiro.

Na ocasião, houve discussões sobre as impressões dos personagens e as expectativas das filmagens, que serão feitas no interior de Toropi, entre agosto e setembro deste ano.

Com exceção de Joel e Denise, que são formados em Artes Cênicas, os atores não têm experiência em atuação e se surpreenderam com o resultado da seleção. Ana ressalta:

- Agradeço a oportunidade de poder colaborar com esse trabalho.

A partir de agora, ocorrem ensaios até as gravações. Toda segunda-feira, os atores se encontram na sede da TV OVO.

Sinopse do curta Poeira

Ernesto (Joel Cambraia), o último artesão de lápides da região, depois de dedicar-se anos ao seu ofício solitário, revive a esperança de perpetuar a profissão no seu novo ajudante, o aprendiz José (Victor Dutra).

Ana Maria Medina interpreta Dona Ana, avó de José. Já Nélio Costa interpreta o personagem Seu Isaias. A atriz Denise Copetti será a preparadora de elenco e atuará no curta como Marisa.

O curta Poeira, da TV OVO, e mais outros dois de Santa Maria – Espelho Hexagonal (Finish Produtora) e Quanto Mais Suicidas Menos Suicidas (D. Marin) – foram aprovados no 12ª edição do Prêmio Iecine, que traz um investimento de R$ 240 mil, por meio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-RS), para as produções locais.

Texto de Renata Teixeira (1º semestre de Jornalismo – Unifra e integrante do Núcleo de Comunicação da TV OVO)


Audiovisual santa-mariense movimenta a cidade


Pela primeira vez, Santa Maria tem três curtas-metragens aprovados no Prêmio Iecine, da Secretaria da Cultura do Estado. Os roteiros e detalhes das produções, que serão rodados durante este ano, foram apresentados ao prefeito, secretários e produtores culturais da cidade. A cerimônia, que ocorreu Salão de Eventos da sede da Prefeitura (antiga SUCV) na noite de quarta-feira (09/04), teve como mestre de cerimônia o integrante da TV OVO, Marcos Borba.

Canterle

Maurício Canterle falou da relação do filme Espelho Hexagonal dom Santa Maria. Foto: Nícholas Fonseca

Em sua 12ª edição, o Prêmio Iecine trará um investimento de R$ 240 mil, por meio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-RS), para as produções locais. Os curtas-metragens aprovados são: Poeira (TV OVO), Espelho Hexagonal (Finish Produtora) e Quanto Mais Suicidas Menos Suicidas (D. Marin).

Os diretores e produtores dos filmes enfatizaram, em pronunciamentos no evento, que Santa Maria e região têm potencial para projetos audiovisuais, além de frisarem a importância da união dos realizadores locais e a parceria do poder público com a sétima arte.

– Esse prêmio é uma forma de mostrar que a gente também pode participar de editais estaduais e fazer cinema aqui. Concorremos com grandes produtoras da Capital – lembra Maurício Canterle, diretor dos curtas Espelho Hexagonal e Quanto Mais Suicidas Menos Suicidas.

PauloT

Paulo Tavares explica que a questão central do curta Poeira é a morte de uma profissão. Foto: Nícholas Fonseca

Já Paulo Tavares, diretor do curta Poeira (filme que tem produção santa-mariense e será rodado em Toropi), enfatizou a importância da criação da Film Comission de Santa Maria:

– Que ela facilite a realização de novas histórias e pense no potencial regional, e não só no audiovisual feito na cidade.

Em seu pronunciamento, o Prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer, falou sobre a relação entre o poder público, artistas e produtores culturais da cidade: “é necessário potencializar a cultura, mas, antes, precisamos nos valorizar e nos unir”. O prefeito assumiu o compromisso com os cineastas presentes no evento e solicitou à secretária de Cultura, Marília Chartune Teixeira, agilizasse a criação da Film Comission em um prazo de 30 dias.

– Podemos ser referência em audiovisual no país e, com isso gerar emprego e renda. Santa Maria tem tudo para ser um pólo. Temos uma paisagem urbana e natural que outras cidades não tem. Temos quartéis, blindados, viação férrea e vagões antigos e restaurados, os pampas, os morros e cachoeiras ao redor da cidade.

Nícholas Fonseca – TV OVO