Notícias

Meninice


A ingenuidade, a peraltisse e os sonhos de criança alimentados sob uma lona mágica.

[youtube MHW8b841S_Y]

Meninice ganhou o prêmio Clayton Coelho de Direitos Humanos e o Troféu Cineclube Lanterninha Aurélio no Festival Santa Maria Vídeo e Cinema de 2011. Abaixo, o texto da premiação:

O limite circular do picadeiro nos remete a uma clara representação do mundo, com tantos e tais personagens que nos representam: ora somos palhaços, ora, trapezistas; em outros momentos, domadores, ou nos arriscamos no globo da morte…

Deste universo lúdico, infelizmente não aprendemos a organização cooperativa de seus atores: lamentavelmente, a representação – por conta da cooperação – funciona melhor que o mundo ao vivo e em cores onde o conflito e a competição desregrada permitem.
Pela mensagem de que “vida” e “circo” se confundem na metáfora candente apresentado pelo filme, o prêmio Cesma 2011 vai para o curta Meninice, de Neli Mombelli e Rafael Rigon.
Afinal, o circo do mundo se equilibrará melhor se os trapezistas trabalharem em harmonia na corda bamba do sempre.
Texto de Athos Miralha da Cunha e Daniel Paim

TV OVO aprova projetos na LIC 2012


A TV OVO teve dois projetos aprovados na Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria em 2012 (LIC-SM). Para o ano que vem, ”Por Onde Passa a Memória da Cidade” e ”TV OVO no Ônibus – Quadros Culturais” tiveram R$30.000,00 aprovados cada um. ”Por Onde Passa a Memória da Cidade” é um projeto que propõe dar continuidade à produção de vídeos sobre a memória de Santa Maria. Já ”Quadros Culturais” é parte do TV OVO no Ônibus que aborda a diversidade cultural do município, tendo como um dos objetivos a divulgação de iniciativas locais.

Elaboramos neste ano dois projetos de documentários dentro do ”Por Onde Passa a Memória da Cidade”, um sobre o bairro Rosário e outro sobre o Itararé. O primeiro está em fase de edição e o segundo está ainda em gravação, mas com previsão de lançamento para janeiro de 2012.

A corrida agora é a captação desses valores, já que a LIC-SM trabalha a partir dos incentivos fiscais para projetos culturais. Dessa forma, impostos como IPTU, ISSQN e ITBI podem colaborar para as produções culturais do município.

Confira a lista dos contemplados no site da prefeitura.


Documentário sobre a Vila Oliveira


Nesta terça-feira, 11/10, é dia de sessão cineclubista na Vila Oliveira.
Alunas do 8º e 9º ano da Escola Castro Alves irão exibir o documentário realizado por elas sobre a comunidade onde vivem.
O vídeo é resultado dos três meses de oficina que elas participaram do Projeto Olhares da Comunidade.
Promovido pela TV OVO, o projeto tem apoio da LIC municipal, e dá oficinas de realização audiovisual em escolas públicas de Santa Maria.
A exibição será às 11h, no Instituto Espírita Leocádio José Correia, na Vila Oliveira.
Toda a comunidade está convidada a participar.

O Projeto Olhares da Comunidade está com oficina em andamento na Escola Hylda Vasconcellos, no Campestre do Menini Deus, e, no final deste mês, começará na Escola Júlio do Canto, em Camobi.

O quê: documentário sobre a Vila Oliveira
Quando: terça-feira, 11/10
Onde: Instituto Espírita Leocádio José Correia


Documentário em Caçapava do Sul


Nesta semana, estamos finalizando o documentário que gravamos em Caçapava do Sul. Foram dois finais de semana de gravações na sede do Ponto de Cultura CTG Clareira da Mata e em locações da cidade.

No primeiro final de semana, enfrentamos até 0 graus às 6h da manhã. Tudo para colocar a câmera go pro no alto de um poste da iluminação pública para gravar o amanhecer em frente a fachada do Ponto e a movimentação do local. Confira um post mais detalhado no Lab Cultura Viva.

O documentário faz parte do projeto Mosaico de Identidades aprovado  em edital do Laboratório Cultura Viva, iniciativa da Universidade Federal do Rio de Janeiro, através da Escola de Comunicação, em parceria com o Ministério da Cultura/Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural.

A equipe de gravação vai ao encontro de histórias em Pontos de Cultura. A viagem, sem pauta definida, e a expectativa pela busca do novo conduzem a narrativa. Para isso, a equipe acompanha as atividades do Ponto. Duas personagens serão escolhidas durante esse processo para mostrar, de forma humana, como o local se constitui  num espaço de vivência coletiva, de encontro de subjetividades e de trocas que dão ‘cara’ ao PC.

No próxima final de semana (18/09), nossa equipe viaja para Porto Alegre. Lá, visitaremos o Ponto de Cultura Voluntário Vitória Régia. No roteiro, ideias e um friozinho na barriga, já que a história só se define depois que gravarmos tudo.


Oficina de audiovisual começa na Escola Hylda Vasconcellos


Um dia chuvoso e frio, não muito agradável, marcou o início da oficina de realização audiovisual na semana passada, na Escola Municipal Hylda Vasconcellos. Mas mesmo assim, a galera não desanimou e compareceu na aula. Já o segundo dia,  quente e ensolarado, perfeito para fazer imagens, animou a todos, que estavam bem curiosos para fazer os primeiros takes. São 18 alunos, entre 12 e 17 anos,  que estão participando das atividades.

A oficina faz parte do projeto Olhares da Comunidade, aprovado na Lei de Incentivo à Cultura, e deverá seguir até o final de outubro. A ideia é que a gurizada aprenda teoria e técnica audiovisual, desde operar câmeras a roteirizar e produzir um documentário sobre a comunidade onde vivem, no bairro Campestre do Menino Deus.

Os meninos (Jonathan, Lucas e Raudrey) que dão as oficinas também passaram pelo mesmo processo. Em 2oo5, quando estudavam nas escolas dos bairros Nova Santa Marta, Nonoai e Cohab Fernando Ferrari, fizeram as oficinas da TV OVO e integraram a equipe que colabora com a entidade.

Enquanto no Campestre as atividades estão começando, na Vila Oliveira, elas estão terminando. A oficina na Escola Municipal Castro Alves, que começou em maio, termina no final do mês de agosto. As alunas de lá, sim, são só meninas, já estão gravando os depoimentos que farão parte do documentário que será produzido por elas.


TV OVO produzirá documentários no RS e SC


Nos próximos meses, a TV OVO irá produzir quatro documentários que retratam Pontos de Cultura do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O projeto Mosaico de Identidades está entre as 20 iniciativas vencedoras do edital de Projetos de Documentários sobre Pontos de Cultura e Ações do Programa Cultura Viva proposto pelo Lab Cultura Viva, da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ), em parceria com o Programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura, e com a Fundação Universitária José Bonifácio. Ao todo, serão 80 documentários produzidos até o final do ano que farão parte de uma revista eletrônica.

De 10 a 14 de agosto, dois integrantes de cada projeto participarão de oficinas de produção e linguagem audiovisual no Rio de Janeiro. Serão oferecidas oficinas nas áreas de Documentário Contemporâneo (Consuelo Lins); Fotografia (Stefan Hess); Edição (Joana Collier); Produção (Cavi Borges) e Roteiro (Anna Flavia Dias Salles).

Os Pontos documentados pela TV OVO serão o PC Clareira da Mata, de Caçapava do Sul/RS, o PC Voluntário Vitória Régia, de Porto Alegre/RS, o PC Escolinha de Cinema, de Criciúma/SC e o PC Loja de Artesanato, de São Francisco do Sul/SC.