Notícias

O projeto da Film Commission de Santa Maria é apresentado


Com informações da assessoria de comunicação da Prefeitura de SM:

Nesta terça-feira (19), a Estação Cinema realiza a Mostra de Cinema de Santa Maria, a partir das 19h, no Salão de Atos do Edifício João Fontoura Borges (SUCV). Na ocasião, o projeto Film Commission, que conta com a participação de Paulo Tavares (TV OVO), será apresentado pela secretária de Cultura, Marília Chartune Teixeira. O evento contará ainda com a mostra de duas produções locais: Super 70, documentário com direção de Luiz Alberto Cassol, e O Inimigo, realizado em Super 8, com direção de Luiz Carlos Grassi, Clenio Faccin e Ronaldo Pedrozo.

O projeto Film Commission foi elaborado com o objetivo de divulgar Santa Maria e região entre os produtores cinematográficos nacionais e internacionais. O Film Commission pretende ainda atrair e estimular eventos e produções tendo como cenário potencial o patrimônio material e imaterial, a infra-estrutura e os espaços culturais da cidade e região.

Serviço:

O quê: Mostra de Cinema de Santa Maria e Apresentação do Film Commission

Quando: 19 de agosto (terça)

Horário: 19h

Onde: Salão de Atos da SUCV (Prefeitura), Rua Venâncio Aires, nº 1934

Promoção: Estação Cinema (Associação dos Profissionais Técnicos de Cinema e Vídeo de Santa Maria)

 


Paulo Tavares, da TV OVO, participa do Projeto Alfaiataria Itinerante


O idealizador e um dos coordenadores da TV OVO, Paulo Tavares, está entre os selecionados do Projeto Alfaitaria Itinerante, uma iniciativa da produtora de roteiros Coelho Voador. Os selecionados terão workshops e criarão uma série audiovisual do zero.

Mais do projeto, clique aqui.

A Alfaiataria Itinerante já atua em Porto Alegre, porém, neste ano, executarão o projeto em outras sete cidades do Estado, incluindo Santa Maria.

 

 

 


Estado lança edital de apoio à produção de longas


Informações da Assessoria de Comunicação da ANCINE:

Foi lançado nesta quinta-feira, 31 de julho, em solenidade no Palácio Piratini, em Porto Alegre, o edital RS Polo Audiovisual para Produção em Longa Metragem, uma parceria inédita entre oPrograma Brasil de Todas as Telas, gerenciado pela ANCINE, e o governo do estado do Rio Grande do Sul. O evento também contou com as presenças do secretário da Cultura do Rio Grande do Sul, Assis Brasil, do diretor do Instituto Estadual do Cinema do Rio Grande do Sul (Iecine), Juan Zapata, e do diretor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Carlos Horn.

O edital conta com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e do Fundo de Apoio à Cultura do Rio Grande do Sul, integrante do Sistema Pró-cultura RS. Serão disponibilizados R$ 5 milhões para financiar 10 novas produções gaúchas, sendo R$ 3 milhões procedentes do FSA, e R$ 2 milhões do orçamento do Fundo de Apoio à Cultura. A ação faz parte do eixo de Suplementação Regional do programa Brasil de Todas as Telas, que busca estimular o desenvolvimento regional da produção audiovisual brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais.

Como se inscrever

Com inscrições abertas até o dia 18 de setembro, o edital aceita inscrições de projetos de longa-metragem de produção independente, com duração superior a 70 minutos. O regulamento divide em três categorias as oportunidades de apoio, e o proponente deve optar por enquadrar seu projeto em uma delas já no momento da inscrição. Serão contemplados dois projetos de longa-metragem de ficção, documentário ou animação, com aportes de R$ 1 milhão cada; quatro projetos de longa-metragem de baixo orçamento (ficção ou animação), com R$ 500 mil reais cada; e quatro projetos de documentário, que farão jus a investimentos de R$ 250 mil. Podem se inscrever empresas produtoras independentes com registro regular na ANCINE e inscritas no Cadastro Estadual de Produtor Cultural (CEPC) da Secretaria de Estado da Cultura (SEDAC).

As inscrições devem ser processadas obrigatoriamente pela página do Pró-Cultura RS na internet.Leia atentamente o edital e se informe sobre os documentos necessários para a inscrição.

Suplementação de recursos do Brasil de Todas as Telas O Programa Brasil de Todas as Telas é a maior e mais importante iniciativa de fomento ao setor audiovisual já desenvolvida no país, com recursos da ordem de R$ 1,2 bilhão, oriundos do FSA. Uma das ações, no eixo que visa fomentar a produção e difusão de conteúdos, busca estimular o desenvolvimento regional da produção brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais. Este ano, até R$ 90 milhões serão investidos na produção de obras selecionadas por editais de entidades e órgãos públicos de governos estaduais e prefeituras de capitais.

A suplementação de recursos oferecida pelo Programa é proporcional ao aporte dos órgãos e entidades locais seguindo os seguintes parâmetros: até duas vezes os valores aportados pelos órgãos e entidades das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e até uma vez e meia os valores aportados pelos órgãos e entidades da região Sul e dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. No caso do Rio de Janeiro e de São Paulo, o programa vai investir até o mesmo valor disponibilizado.


Pré-Poeira acompanha a produção de curta da TV OVO


Que a TV OVO vai gravar o curta-metragem Poeira, você já sabe, não é mesmo? Para mostrarmos um pouco mais dos bastidores e do que está ocorrendo antes das gravações, o Núcleo de Comunicação e Criatividade da TV lança a série Pré-Poeira.

Neste primeiro capítulo, o diretor do curta-metragem Poeira, Paulo Tavares, conversa com a gente sobre o projeto, desde os ensaios com atores às locações.

Confira:

[youtube gdg8nLn9gv0& nolink]


Programa Cultura Viva é política de Estado! Confira a opinião da TV OVO


O Programa Nacional de Promoção da Cidadania e da Diversidade Cultural (Cultura Viva) é, a partir de agora, política de Estado. Sanção da Lei 13.018/2014, que institui a Política Nacional de Cultura Viva, foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (23/7). Nova legislação garante o compromisso do Estado brasileiro em ampliar, por meio dos Pontos e Pontões de Cultura, o acesso da população a seus direitos culturais.

Opinião de Paulo Tavares (TV OVO e representante dos Pontos de Culturas na Região Central do RS):

A sanção da Lei Cultura Viva  é um marco para a cultura popular brasileira. Com ela, as parcerias entre a sociedade civil e as três esferas de governo tendem a ser facilitadas, ampliando assim, a promoção, o acesso e o direito da população a cultura.

Foi justamente com programa Cultura Viva que a TV OVO desenvolveu os projetos: Ponto de Cultura Espelho da Comunidade e Pontão de Cultura FOCU, dando um salto na sua qualificação e expandindo sua atuação na área do audiovisual em Santa Maria, no Rio Grande do Sul e na Região Sul do país. E hoje, podemos dizer que temos o reconhecimento do nosso trabalho nacionalmente.

Agora, com a Lei Cultura Viva a sociedade brasileira tem muito a ganhar culturalmente.


TV OVO grava documentário em Arroio do Só


Nesta sexta-feira e no sábado (dias 18 e 19), a TV OVO grava um documentário sobre o distrito de Arroio do Só (Santa Maria-RS). O audiovisual faz parte do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade que, desde 2008, registra histórias de pessoas e locais do coração do Rio Grande. A iniciativa da TV OVO tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.

Nos dois dias de gravação, serão registrados depoimentos de moradores: desde os que moram há mais de 50 anos no local aos mais jovens. Os participantes contarão suas memórias, como as viagens de trem na estação do distrito, as plantações de arroz, a intensa produção de cuias do local e as perspectivas.

A previsão de lançamento do documentário é para novembro deste ano.

Sobre o projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade, clique aqui.

Foto Nícholas Fonseca

Produção de cuias é a principal atividade econômica do distrito