Notícias

Royale e TV OVO: na parceria pela dança


A Royale Escola de Dança e Integração Social deixou a antiga sede na metade deste ano e já está na nova casa.

Ela fica na Rua Treze de Maio e abriga todas as atividades desenvolvidas pela instituição – ballet, francês, artes plásticas, apoio pedagógico e psicológico. Quem comemora a conquista são as 200 meninas que, desde os 4 anos, descolam-se de diferentes comunidades, como Vila Alto da Boa Vista, Vila Caramelo, Vila Sete de Dezembro, Vila Pôr-do-Sol, Vila Nova Santa Marta, COHAB Santa Marta, Vila Jóquei Clube e Vila Prado para terem acesso à cultura de forma gratuita.

A música clássica na casa nº 84 já está rolando, mas precisa arrecadar fundos para os gastos com o novo espaço. Muitos sonhos estão envolvidos na causa, por isso, a Royale está atrás de novos sócios e parceiros nesta dança. A TV OVO, com o intuito de levar a público o trabalho realizado pela Escola, produziu um audiovisual com o tema “Você também é capaz de fazer essa causa brilhar”. Quem participou desta produção foram as alunas Kettyn Lopes, 10 anos, Layane Ferreira, 18 anos, e a professora e bailarina Daiane Brondani. Vamos juntos?

Para mais informações, ligue: 3223-5533.

 

Royale

 

Texto: Julia Machado, Manuela Fantinel e Willian Boessio

Fotos: William Boessio e Larissa Rosa


Do lado de cá: a TV OVO de lentes voltadas para o COMDICA


A equipe da TV OVO, a partir da entrada de novos voluntários no segundo semestre de 2015, apresenta mais uma série audiovisual encabeçada por Manuela Fantinel, William Boessio, Larissa da Rosa, Heitor Leal e Julia Machado. Do lado de cá tem por objetivo dar visibilidade às entidades do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, estreitando a relação COMDICA – POPULAÇÃO. O COMDICA é um órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social e Cidadania que tem como principal função garantir os direitos das crianças e dos adolescentes. Com isso, pretende-se levar a público o trabalho realizado pelas entidades – suas ações, dificuldades, objetivos e sonhos.

A TV OVO acredita nesse projeto pela percepção de que o tema abrange dois grandes entusiastas: a sociedade como um todo, interessada em saber qual é, de fato, o trabalho realizado com as crianças e adolescentes no Brasil; e aqueles que colocam a mão na massa, motivados a mostrar o trabalho que realizam e conquistar um espaço de respeito, novas possibilidades e incentivo para além dos pré julgamentos.

Para retratar de forma fiel e sensível a realidade das entidades escolhidas, a produção conta com poemas que ilustram a história dos alunos e do local. A voz das crianças e adolescentes, bem como a efetividade dos professores e funcionários das entidades, serão evidenciadas com o intuito de despertar o interesse da população em conhecer um pouco mais sobre o trabalho realizado pelas entidades do CONDICA em Santa Maria.

Texto: Manuela Fantinel

Foto: Heitor

comdica


Mais cor e mais audiovisual para Santa Maria


Quem passa pela sede da TV OVO, na Rua Floriano Peixoto esquina com Ernesto Becker, tem um motivo a mais para diminuir o passo e dar um tempo na correria do dia a dia, principalmente quem curte arte urbana. É que desde o dia 27 de setembro o muro da Rua Floriano Peixoto se transformou em um belo painel de grafite.

A ação fez parte da gravação do projeto Cena Cultural – Culturas Populares. Juliana Tessele e Lucas Camargo ocuparam todo o domingo para grafitar o muro enquanto a equipe da TV OVO registrava tudo. Além das Culturas Populares santa-marienses, o projeto Cena Cultural também irá abordar o Audiovisual, Teatro e Circo, e Livro e Literatura. Você poderá conferir tudo ainda neste semestre.

Texto e foto: Heitor Leal

grafiteb


TV OVO lança produções em Porto Alegre


A TV OVO (Santa Maria) lança em Porto Alegre o curta-metragem de ficção Poeira e o documentário Frequências do Interior dia 19/10 (segunda-feira). A atividade será às 19h no CineBancários, na Rua General Câmara, nº 424, centro da capital.

Poeira, que tem direção de Paulo Tavares, recebeu o 12° Prêmio Iecine no ano passado (edital Fundo de Apoio à Cultura – Fac das Artes). O curta conta a história de Ernesto (Joel Cambraia), o último artesão de lápides da região, que depois de dedicar-se anos ao seu ofício solitário, revive a esperança de perpetuar a profissão com o novo ajudante, o aprendiz José (Victor Dutra).

Já Frequências do Interior foi aprovado no edital RS Pólo Audiovisual/Histórias do Sul, do Fac, e tem direção de Neli Mombelli.  O documentário registra histórias permeadas pelas ondas do rádio que se propagam no interior do Norte gaúcho e que levam informação, música, companhia e também a esperança de encontrar o amor da vida. Sintonizados no mesmo dial aos sábados à tarde, os ouvintes buscam corações que batem na mesma frequência.

Após a exibição, haverá debate com a presença dos diretores e de parte da equipe das duas produções.

Lançamento em poa

 


Dois curtas da TV OVO participam do Cineserra


O curta de ficção Poeira e o documentário Frequências do Interior foram selecionados no certame estadual do 3º CineSerra – Festival do Audiovisual da Serra Gaúcha.  São 12 filmes de ficção, 4 documentários e 6 videoclipes, totalizando 22 produções que concorrem nesta categoria. Já no certame regional estão 26 produções.

Os selecionados serão exibidos nas cidades Caxias do Sul, Garibaldi, Bento Gonçalves, Flores da Cunha e Gramado. O Festival será realizado entre os dias 22 de outubro e 1° de novembro.

Para ver a lista completa dos selecionados, acesse o site do Cineserra.

cineserra

 

 


Maratona de lançamentos pelo interior do Estado


Embora outubro esteja pintando aí, precisamos registrar a maratona de lançamentos que a TV OVO realizou  em cidades do interior durante o mês de agosto.

Foram quatro sessões no município de Toropi para apresentar o curta-metragem de ficção Poeira, que foi gravado na comunidade de Santo Inácio. Ao total, mais de 300 pessoas participaram das exibições.

Já o documentário Frequências do Interior, gravado no Norte do Estado, teve duas sessões no final de agosto, uma na localidade de Segredo, em Almirante Tamandaré do Sul, e outra em Linha Acampamento, município de Sarandi. Esses locais foram escolhidos porque parte das pessoas que participam do filme residem ali. Cerca de 100 pessoas participaram das sessões.

E agora Poeira e Frequências do Interior, que tem financiamento pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC/RS) rumam à capital. No dia 19 de outubro haverá uma sessão para apresentar os dois filmes no Cinebancários, em Porto Alegre. Já anota na agenda e avisa os amigos que estão na cidade.

Frequências